Arquivo de Notícias — PCC 1533 — Junho de 2018

27 de junho de 2018

Cai líder do PCC no Rio
→ Jornal da Alterosa
→ Minas Gerais
→ Combate à facção — Atentados


Fábio Henrique de Farias, o Tinésio, e Jenifer de Souza seriam responsáveis pela sintonia da facção paulista com a liderança do TCP carioca — eles atuavam junto às comunidades de Vila dos Pinheiros, Baixa do Sapateiro, Morro do Timbau, Salsa e Merengue, Conjunto Esperança, Vila do João.

26 de junho de 2018

Esquema familiar do pccDois helicópteros para matar Gegê do Mangue
→ Novo Notícias
Mato Grosso do Sul — Ceará — Paraguai — Combate à facção  — Tráfico internacional

A Polícia Federal apreendeu em Campo Grande sete helicópteros que pertenciam ao PCC, um deles teria participado da emboscada que vitimou Gegê do Mangue e Paca.

O mega esquema descoberto pelas autoridades indicam que apenas uma família controlava gerenciava o comércio e a distribuição de ilícitos utilizando a fronteira do Brasil com o Paraguai.

24 de junho de 2018

Preso coxim agoraCaiu na gravação e levou vários no cangote
Geisy Garnes → Campo Grande News
Mato Grosso do Sul — Rondônia — Combate à facção  — Tribunal do Crime — Sistema prisional

A Operação Paiol do Mal do Gaeco, derrubou Rafael Pimentel, o irmão Revolucionário ou irmão Legião, que de dentro do  sistema decretava mortes em diversos pontos do país, inclusive esteve envolvido com a morte do agente penitenciário de Rondônia.

Em um dos áudio, “Revolucionário” conversa o “Geral do Cadastro dos Estados e Países” sobre o panorama das unidades prisionais de Rondônia. Segundo ele, são 24 penitenciárias no estado, onze delas com integrantes do PCC, que manter ligação com a facção Orcrim.

23 de junho de 2018

Bacana NewsRepercutindo Veja  —  taxa de homicídios
→ Bacana News
São Paulo  — Combate à facção

Em São Paulo, onde o PCC surgiu e é hegemônico no tráfico, o vetor é inverso: os homicídios caíram 46% na última década. Por isso, dissemina-se a certeza de que o controle da violência em São Paulo não está nas mãos do governo e suas políticas de segurança. Está nas mãos do PCC.

Abordagem de rotina notícias do corrente.jpgAbordagem de rotina captura matador do PCC
→ Notícias do Corrente
Bahia — Combate à facção

José Edilton é apontado como homicida e tem forte ligação com a maior facção criminosa do país, Primeiro Comando da Capital (PCC), e é o principal suspeito de assassinatos ligados ao tráfico de drogas, no município de Ribeira do Pombal.

22 de junho de 2018

Um em cada três PCC correio 24 horasA guerra pelo tráfico na Bahia
Bruno Wendel → Correio 24 horas
Bahia — Guerra entre facções

O Comando Vermelho está investindo pesado para assumir o estado, mas “Historicamente, existe sempre uma tentativa de entrada do CV, mas ainda não há uma consolidação, porque não há seguidores, diferente do PPC, que é mais organizado”, afirma Promotoria de Justiça.

20 de junho de 2018

Maconha EstadãoPresos são presos em Sorocaba e Mogi das Cruzes
José Maria Tomazela → Estadão
São Paulo — Combate à facção

Os presos continuavam ordenando a prática de crimes. Também foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão. Todos eram integrantes do PCC, e fora do presídio foi detida uma mulher que comandaria parte da quadrilha.

15 de junho de 2018

Operação Echelon policia pé na portaLiderança da expansão cai na P2 — Operação Echelon
→ Gaucha ZH
Combate à facção

Sete líderes que estavam em Presidente Bernardes foram transferidos para o RDD: Cláudio Barbosa da Silva, o Barbará; Almir Rodrigues Ferreira, o Nenê da Simioni; Rogério Araújo Paschini; Reginaldo do Nascimento; José de Arimateia Pereira; Cristiano Dias Gangi; e Célio Marcelo da Silva, o Bin Laden.

Vários resumos de estado foram capturados ou já estavam dentro do sistema agora responderão a mais esse processo. Rafael Silvestre da Silva, o Gilmar, que seria o responsável pela sintonia geral estava em um conjunto habitacional em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, mas escapou.

Haviam ordens para matar agentes públicos, mas a polícia estava monitorando e prendia os envolvidos antes que conseguissem cumprir as missões — não tem como negar que esse MP-SP sabe o que faz.

Agora, como acontece quando cortamos a cabeça da Hidra, temos que enfrentar as outras sete que nasceram para substituir essas cortadas, como lembra o secretário da Administração Penitenciaria, Lourival Gomes.

Veja a lista dos Estados envolvidos na operação:

São Paulo (35 mandados)
Mato Grosso do Sul
Paraná
Rio Grande do Sul
Paraná
Rio Grande do Sul
Pará
Alagoas
Minas Gerais
Goiás
Tocantins
Roraima
Rio Grande do Norte
Acre
Amapá
Maranhão

12 de junho de 2018

Tania Cristina Lima de Moura esposa do Tio PatinhasA companheira de Tio Arantes e ASPEN caem
Anahi Zurutuza e Bruna Kaspary → Campo Grande News
Mato Grosso do Sul — Combate à facção

Tatiana Cristina Lima de Moura, mulher de Tio Arantes, e o agente penitenciário Adilson Brum Weis foram recolhidos na Operação Paiol da GAECO MS — ela estaria como responsável pela movimentação financeira de parte da facção.

11 de junho de 2018

Ataque à ônibus em Minas GeraisJá são 65 ônibus queimados mas o estado diz ser seguro
Carolina Linhares → Folha de S. Paulo
Minas Gerais — Combate à facção — Política

O presidente da Associação Mineira dos Agentes e Sistema Prisional rechaça a tese defendida pelo governador que são as duras regras impostas aos encarcerados no estado que esteja causando revolta no Primeiro Comando da Capital.

Ele diz que a reivindicação dos faccionários se deve à falta de condições nos presídios — coisas que a colunista do jornal, O Estado de São Paulo, não pode ver de dentro da segurança de seu lar, mas que ele de trás das muralhas pode perceber.

ASPENs se manifestam no caso dos ônibus queimados

Por falar nisso? Não é em Minas Gerais que os moleques dos corres recebem em dia e pagam as prestações nas lojas pontualmente, e que os PMs e Aspens tem que ir pedir para o comerciante esperar que o patrão atrasou o pagamento?

9 de junho de 2018

Penitenciária Miltom Rodrigues newsrondoniaBoca fechada não entra mosquito (nem formiga)
Júlio Malta → News Rondônia

Rondônia — Sistema Carcerário

O diretor a Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho, achou que o dia estava muito sossegado, então, porque não arranjar um pouco de confusão, não é mesmo?

Houve uma briga entre as facções no presídio, mas já estava tudo em paz, até chegar o repórter da G1 e o gênio querer aparecer para a imprensa dizendo que os presos e tinham iniciado um motim buscando maiores regalias — pronto, zoou o barraco e a movimentação começou do lado de fora com parentes dos cativos revoltados com a declaração.

8 de junho de 2018

Dilma RousseffManifestação conjunta de polícia e bandidos?
Catia Seabra e Carolina Linhares → Folha de S. Paulo

Minas Gerais — Política — Atentados — Segurança Pública

Cara, não me envolvo com política, mas esse cara está conseguindo ao mesmo tempo criara revolta entre policiais e bandidos — o cara é fera!

“Além da grave crise financeira que assola o estado, Pimentel atravessa uma crise de segurança, com uma onda de ataques do PCC que eclodiu na mesma semana em que o estado se preparava para sediar o evento petista. Além disso, na quarta, servidores da segurança invadiram a sede do governo de Minas exigindo melhorias.”

Só falta PM e PCC organizarem uma manifestação conjunta!

Bonde dos 13 Acre 24 horasCV tenta tomar a Sapolândia do B13
→ AC 24 Horas
Acre — Guerra entre facções

Cerca de 20 homens ligados ao Comando Vermelho invadiram o bairro na tentativa de tomar o território dominado pela facção rival, Bonde dos 13, mas não passaram pelas crias do 15 — uma pessoa que não tinha ligação com a guerra foi ferida e um B13 morto.

7 de junho de 2018

A sociedade e a facção PCC 1533 primeiro comando da capitalA sociedade e os presos — duas visões
Rícard Wagner Rizzi → faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
Rio Grande do Norte — Minas Gerais — Atentados

Sociedade —  O PCC não tem reivindicação nenhuma por trás, eles inventam que é por causa das condições dos presídios, mas não é né? É uma demonstração de força, né?

Preso — Nós sentamos no final do pátio, todo mundo desarmado, onde eles vieram e dispararam vários tiros contra nós, sem reação alguma. Nós somos do crime, nós lenvantamos, sim, e se precisar, nós vamos levantar de novo.

Incêndio viaturas bombeiros mossoróChegaram a pé e fizeram arregaço
Alyne Gama → Notícias UOL
Rio Grande do Norte — Atentados

A madrugada foi de tensão em uma base do Corpo de Bombeiros localizada na BR-304, no município de Mossoró, região oeste do estado. Homens atiraram contra o prédio, quebrando uma vidraça, e atearam fogo em dois veículos da corporação – o grupo chegou a pé atirando e, ao mesmo tempo, espalhando combustível nos veículos.

6 de junho de 2018

Acre é o novo centro de disputa de drogasAgora é a hora e a vez do Acre
Aline dos Santos → Campo Grande News
Guerra entre facções  — Tráfico internacional

Além de tráfico e o rastro de violência deixado pelo embate entre as facções, Mato Grosso do Sul e o Acre também compartilham as fronteiras escancaradas. “Vejo as facções como um vírus, que encontrou na região o hospedeiro ideal. A fronteira aberta, vulnerável é um dos atrativos que as facções enxergaram”.

EstadãoO fim do PCC pelo bem da ordem e do progresso!
Editorial → Estadão
São Paulo — Minas Gerais — Rio Grande do Norte — Organização Criminosa

De acordo com a apuração feita pelo Estado, os ataques teriam sido represálias ao que o PCC chama de “opressão” supostamente praticada em presídios de MG e do RN. (verdade)

É sabido, no entanto, que o emprego da violência em ações espetaculares é uma tática do PCC para marcar “território”. (Fala sério! Sabido por quem? Desculpe se me rio! Kkk!)

Concordo plenamente com o editorial do Estadão. O PCC tem que ser destruído.

Para isso, que tal minar suas bases? Acabar com o iníquo sistema carcerário, com as desigualdades sociais que abandonam à própria sorte os moradores das periferias, e a política anti-drogas que apenas fortalece o tráfico de drogas?

Ah! Não! Desculpa aí! Estava relendo o Estadão, e a sociedade e a democracia que o jornal visa defender não inclui esses grupos sociais, que por sinal não leem o Estadão.
Lembrando que após 143 anos de história o jornal tem um faturamento anual próximo de 800 milhões de dólares por ano, e em pouco mais de 14 anos, sem dinheiro público ou apoio de empresários a facção paulista tem apurada oficialmente 400 milhões de dólares ao ano, extra oficialmente supera com facilidade o faturamento da empresa jornalística — e a divisão do butim, ao contrário do Estadão, é pulverizados pelas regiões mais pobres da nação.

A indignação do jornal em ter sido suplantado pela facção fica claro no trecho: ” É impossível que um grupelho de detentos formado no interior de uma penitenciária chegue a este patamar de desenvolvimento…”

Garoto cantando música do GDEO moleque dá show para os GDEs!
→ Tribuna do Ceará
Ceará — Organização Criminosa

Ele cita a facção criminosa Guardião do Estado (GDE) e faz alusão a violência ao comentar sobre armas e disparos de arma de fogo. “Nós só dá tiro para o alto. Pode crer nós tá bolado. É o 745. É o Guardião do Estado”, diz o garoto, “então, deixa eu te falar. Então, deixa eu te explicar. Bota a cara para tu ver que fuzil nós tem cá”.

5 de junho de 2018

Ataque à ônibus em Minas GeraisO governador desconfia que foi o PCC
Marta Alves e Carolina Linhares → Folha de S. Paulo
Minas Gerais — Atentados — Sistema Carcerário

O governador de Minas desconfia que a revolta que destruiu uma viatura da SEAP, mais de 50 ônibus em 26 cidades foi coisa do PCC, mas não sabe a razão, ainda está investigando — segundo a reportagem corre rumores que é devido aos maus tratos impostos aos presos naquele estado

Após o anúncio pelo governo que toda a força policial seria mobilizada os ataques se intensificaram atingindo agências bancárias e dos correios, e agentes penitenciários e policiais.

Segundo o próprio governo mineiro a causa de toda essa zona, foi a opção adotada no estado de deixar mais rígidas as condições dentro dos presídios — então tá, cada um com suas escolhas.

Só para lembrar, o Sistema Carcerário mineiro possui vaga para 35.886 presos, e atualmente está com 71.433…

“O secretário de Segurança Pública, Sérgio Menezes, admitiu que faltam vagas… mas afirmou ainda que é referência no país — tô vendo.

Sonia Racy Estadão30 vexes mais violento que a Europa
Sonia Racy → Estadão
São Paulo — Rio Grande do Norte — Taxa de homicídios

Os assassinatos respondem por 56% das mortes de jovens do sexo masculino entre 15 e 19 anos. De 20 a 24 anos, esse índice é de 46%. A proporção cai para menos de 5% da população masculina a partir dos 45 anos de idade.

A taxa de 30,3% de mortes para cada 100 mil pessoas é desigual. A de São Paulo é 10,9, a de Santa Catarina 14 e a do Rio Grande do Norte 53. Enquanto em São Paulo os índices caíram 46% em dez anos, no RG do Norte subiram 256%.

Tá feia a coisa por aqui, mas ao analisar a queda da violência em São Paulo, os autores mencionam, além de controles e políticas mais eficazes, a “hipótese da pax monopolista do Primeiro Comando da Capital, que passou a controlar o uso da violência letal”.

Santa Maria fogo em ônibusMorte de policial, comemoração e atentados
→ jconline
Atentados

A execução do policial militar foi comemorada com fogos de artifício em bairros da cidade de Parnamirim nos quais funcionam pontos de venda de drogas e atuação do PCC.

Após o assassinato do militar, bandidos ligados ao Primeiro Comando da Capital teriam iniciado a série de atentados em Natal.

3 de junho de 2018

Presídio de segurança máxima de curitiba ESTADÃOO PCC é maior do que se pensava…
Marcelo Godoy → Estadão
Paraguai — Organização Criminosa

… movimenta no mínimo, R$ 400 milhões por ano. Alguns policiais acreditam que esse número pode chegar a cerca de R$ 800 milhões, o que colocaria o PCC entre as 500 maiores empresas do País, mas…

… ainda não é um cartel internacional de drogas porque não domina técnicas avançadas de lavagem de dinheiro, utilizando-se de movimentações eletrônicas a partir do Paraguai.

Comando Vermelho no EstadãoPCC cresce e Estadão põe foto de um CV!!!
Marcelo Godoy → Estadão
São Paulo — Organização Criminosa

Agora é oficial, não são 15 nem 60, são 30 mil irmãos PCCs cadastrados pela facção.

Em 2014, ela tinha 3.261 integrantes em outros Estados; em 2017, já eram 18.538 e, no País, o total chegava a 29.460. De lá para cá, mais 2 mil bandidos se filiaram fora de São Paulo ao grupo, que tem agora – dados de março – 20.448 homens e mulheres em outros Estados. O total no País já ultrapassa a casa dos 30 mil.

Cadê o Fuminho do PCC 1533 Gilberto Aparecido Dos SantosGegê do Mangue era o cara, mas morreu e ficou o Fuminho
Marcelo Godoy → Estadão
Bolívia — Organização Criminosa — Tráfico internacional

Agora Fuminho é o cara, segundo a reportagem, ele é o primeiro brasileiro a conseguir montar e gerenciar um cartel internacional de drogas — só que está baseado na Bolívia.

Arrecadação da rifa do PCC cebolaA rifa do PCC rende 1,8 milhões por mês
Marcelo Godoy → Estadão
Organização Criminosa

Daqui a pouco o Estadão vai começar a publicar o resultado da rifa! O balanço já está sendo publicado pelo jornal.

Além de arrecadar com o tráfico local e internacional, o PCC contabiliza R$ 1,9 milhão só com a “cebola” (mensalidade) e ainda vende 45 mil números de riga a cada dois meses, como cada número é R$ 40 (R$ 1,8 mi/mês), que somado a contribuição do “associado”de R$ 950 por mês…

pcc José Luciano de CarvalhoPCCs presos com os artefatos para o mega assalto 
→ Portal Agreste Violento
Mato Grosso do Sul — Guerra entre facções

A Polícia Federal em Caruaru vinha no encalço de José Luciano de Carvalho, o “Bala” que era considerado o líder da facção criminosa PCC – Primeiro Comando da Capital, no Nordeste. Ele estava em sua casa no bairro Divinópolis em Caruaru quando a polícia o cercou, e onde morreu após troca de tiros.

CV Lailla Cristine de Arruda morta por PCCsGarota CV decaptada por PCCs
Fabiana Mendes → Olhar Direto
Mato Grosso do Sul — Guerra entre facções

As investigações apontaram que ela foi vista pela última fez entrando no carro, que havia sido abordado no dia da denúncia do ‘tribunal do crime’. A dupla que estava no veículo foi localizada. Informalmente, os suspeitos disseram que os responsáveis seriam dois menores de idade. Logo depois, os menores de 15 e 17 anos também foram detidos. Foram presos Rodrigo França, de 21 anos, Alexandro Silva dos Santos, de 24 anos e dois adolescentes de 15 e 17 anos. Os envolvidos contaram detalhes de como o crime aconteceu…