FACÇÃO PCC RIO GRANDE DO SUL — ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Facções: inimigas, neutra e aliada em Mato Grosso do Sul

  • Facção inimiga nativa:
    • Bala na Cara
  • Facções inimigas forasteiras:
    • Comando Vermelho (CV)
    • Primeiro Grupo Catarinense (PGC)
  • Grupos neutros nativos:
    • Mata Rindo (Grupo MR)
    • Primeiro Comando do Interior (PCI)
    • Taurus de Pelotas
  • Facção neutra nativa:
    • Inimigo é de Graça*
  • Grupos aliados nativos:
    • Anti Bala
    • Comando pelo Certo
    • Família Mathias Velho — FMV
    • Família 33
    • Grupo CK2
    • Grupo Cebola
    • Grupo os Milhão
    • Grupo os Quiquim
    • Grupo os Trezentos
    • Grupo Zoreia
    • Inimigo é de Graça*
    • Os Abertos
    • Os Alemão
    • Os Reforçados
  • Bonde aliado nativo:
    • Bonde do Tuca
  • Facções aliadas nativas:
    • Os Manos
    • Taurus
  • * Inimigo é de Graça aparece em dois campos na relação

Últimas notícias sobre a facção PCC 1533 no Rio Grande do Sul

12 de agosto de 2021

Tem estados que são zica. Rio de Janeiro talvez seja o pior, mas o Rio Grande do Sul também não é para amadores.

Primeiro Comando da Capital preferiu entrar no sapatinho no estado depois que viu muitos dos seus integrantes morrem por lá.

Hoje a estratégia principal da facção paulista é fazer coligações com os criminosos locais — o grupo Anti Bala é uma dessas parcerias.

Nego Léo, como é conhecido Leonardo de Souza, foi preso em Pedro Juan Caballero de onde comandava as ações da facção gaúcha em nome do líder do grupo, Nego Jackson, que já estava preso juntamente com toda a cúpula do grupo.

Só Nego Léo não tinha perdido a liberdade… agora nem ele. — fonte: UOL Notícias

11 de agosto de 2021

A polícia até que desconfiava que Zorro ou Tuerto, como é conhecido Diogo de la Vega era integrante de um grupo criminoso, mas a forma como ela descobriu que ele, não só era integrante mas no Uruguai era o “Geral do País” da organização criminosa Primeiro Comando da Capital, chegou por uma cena de violência familiar.

Zorro, queira que seu filho aproveitasse a oportunidade do tráfico na fronteira: “Rivera é uma terra fértil ou uma mina de ouro” já que a cidade fica na divisa de Santana do Livramento no Rio Grande do Sul.

O vídeo do espancamento do filho de Zorro por ordem dele foi encontrado no celular de uma mulher apreendido durante a Operação Génere da Brigada Antidrogas da Raviera e abriu um novo leque de investigações.

Graças ao vídeo, Zorro teve 18 meses acrescidos a pena que já estava cumprindo por ter confirmada sua vinculação ao grupo criminoso.— fonte: Guillermo Lorenzo para o El País

28 de maio de 2021

Três integrantes do Primeiro Comando da Capital do Paraná que voltavam do Uruguai onde foram assaltar, quando numa verificação de rotina da rodovia em Chuí foram flagrados com uma pistola Glock roubada da policia uruguaia e cerca de 2 mil Reais. — MPF-RS

22 de maio de 2021

Madson Barros Nunes era um dos três líderes do Primeiro Comando da Capital no Rio Grande do Sul. Ele comandava o tráfico de drogas dentro dos presídios, voltou para as grades após ter seu direito de cumprir em liberdade revogado, quando da prisão estava em sua residência em Rondônia. — Alerta Rolim