FACÇÃO PCC PARAGUAI — ÚLTIMAS NOTÍCIAS

imagem antiga de um arquivista

12 de agosto de 2021

Tem estados que são zica. Rio de Janeiro talvez seja o pior, mas o Rio Grande do Sul também não é para amadores.

Primeiro Comando da Capital preferiu entrar no sapatinho no estado depois que viu muitos dos seus integrantes morrem por lá.

Hoje a estratégia principal da facção paulista é fazer coligações com os criminosos locais — o grupo Anti Bala é uma dessas parcerias.

Nego Léo, como é conhecido Leonardo de Souza, foi preso em Pedro Juan Caballero de onde comandava as ações da facção gaúcha em nome do líder do grupo, Nego Jackson, que já estava preso juntamente com toda a cúpula do grupo.

Só Nego Léo não tinha perdido a liberdade… agora nem ele. — fonte: UOL Notícias

6 de agosto de 2021

Levi Adriani e Candonga, como é conhecido Marcio Gayoso, tinham seu negócio de venda de drogas em Pedro Juan Caballero, e atendendo tanto o Primeiro Comando da Capital quanto o Comando Vermelho.

Segundo o Ministério Público do Paraguai, Levi comandava e Candonga providenciava para que suas ordens fossem cumpridas desde as plantações até os postos de distribuição.

Na audiência no MP ambos entraram quietos e saíram calados. — fonte: MP-PY

Nada de planos complexos para tirar todos da tranca, os três integrantes do Primeiro Comando da Capital pensaram em algo simples para fugir da penitenciária de Pedro Juan Caballero no Paraguai.

Os dois agentes penitenciário que já haviam facilitado a fuga de outros presos iriam ajudar, coisa simples: cortar a grade, um pequeno buraco para chegar no pátio, uma “tereza” (lençóis amarrados para pular o muro) e no carro esperando para a fuga havia um gancho de metal envolto em tecido, mochila com uma corda trançada com cerca de oito metros de comprimento, celular e alicate,

Tudo certo,  só que não. Foram descobertos antes de saltar o muro. — fonte: Thatiana Melo para o MidiaMax

Os três presos envolvidos na tentativa de fuga foram transferidos: os paraguaios Mário Saul, Denis Joel Martinez e Andres Francisco foram levados para a Penitenciária Regional de Concepción. — fonte: Dourados News

A Ministra da Justiça lembra que apesar um dos Guardas Penitenciários fora demitido do serviço público por facilitação de fuga, e voltou a trabalhar no mesmo presídio como agentes penitenciário por uma empresa particular e que um deles confessou que os presos pagaram 50 mil Dólares pela facilitação na fuga. — fonte: La Union R800 AM

O político do Paraguai Carlos Rubén Sánches Garcete, conhecido como Chicharõ, foi morto em sua fortaleza em Predro Juan Caballero. Dez homens invadiram seu bunker sob o pretexto de serem agentes do SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas) e o executaram em seu quarto.

Alguns órgãos de imprensa afirmaram que o Primeiro Comando da Capital estaria por trás de sua morte, já que ele corria com o Comando Vermelho, no entanto, a polícia acredita que ele se desentendeu com seu ex-sócio nos negócios com o CV Fernandinho Beira-Mar. — fonte: Hélio Freitas para Campo Grande News

5 de agosto de 2021

Dois policiais e um segurança particular foram emboscados e mortos em San Alfredo no departamento de Concepción no Paraguai. Inicialmente atribuiu-se o ataque ao Primeiro Comando da Capital, mas as investigações estão apontando que a autoria é de um grupo paraguaio denominado Agrupación Campesina Armada- Ejército del Pueblo (ACA-EP) ou Grupo Camponês Armado – Exército Popular.

Independente de onde tenha partido o tiro, o fortalecimento da Fuerza de Tarea Conjunta de Paraguay (FTC), prometida na reação governamental, impactará as três organizações que agem no norte do país: a própria ACA-EP, o Ejército del Pueblo Paraguayo (EPP) e seu aliado brasileiro Primeiro Comando da Capital. — telam.com.ar

Algo que chama a atenção nesse caso é que a cidade contava apenas com aquela viatura e equipe para guardar a população e controlar em torno de 300 caminhões que passam por suas estradas, e naquele momento estava fazendo escolta de um veículo com segurança particular. — hoy.com.py

Começou o julgamento de uma célula de integrantes do Primeiro Comando da Capital no Paraguai que fazia uma ponte aérea permanente e mensalmente fazia aproximadamente 20 voos que rendiam a equipe cerca de 18,3 milhões de Reais.

Paulo Vicente era o piloto, Carlos Antônio era o operador logístico e também participavam do esquema Javier Alexis e Rafael, deixavam as drogas em uma pista clandestina localizada a cerca de 20 quilômetros ao sul do distrito de Bella Vista Norte, no departamento de Amambay, a 2 quilômetros da fronteira com o Mato Grosso do Sul — quando foram presos, com eles estavam meia tonelada de cocaína. — ministeriopublico.gov.py

9 de julho de 2021

Ao que tudo indica, acabou em pizza o caso do piloto Edmur e seu comparsa Adevailson que forjaram um falso sequestro para levarem alguns homens para a fazenda na Bolívia do primo de Marcola, líder do Primeiro Comando da Capital.

Em junho de 2019 em Paranaíba no Mato Grosso do Sul e Renata Portela como contou ao MidiaMax:

Homens armados foram até a casa de Edmur, o renderam e foram ao hangar. Lá, renderam um servidor do aeroporto e levantaram voo em direção ao Paraguai. Depois, supostamente, Edmur teria sido obrigado a pilotar até a San Rafael na Bolívia e de lá escapou com o avião, pousando no Mato Grosso.

A juíza do caso disse que não tem prova alguma contra o funcionário do aeroporto; Adevailson foi condenado a 3 anos e 6 meses, mas como tem 80 anos não ficará preso; e o piloto Edmur foi condenado por comunicação falsa de crime, atentado contra a segurança de transporte aéreo e furto qualificado, o que soma 4 anos e 10 meses que na prática…

8 de julho de 2021

Em 2016 um mega esquema de lavagem de dinheiro do Primeiro Comando da Capital foi descoberto no Paraguai.

Duas empresas foram criadas para tornar lícito os recursos da facção: Notle S. A y RSS S. A, com um capital de aproximadamente 150 milhões de Reais.

Está para quase caducar o processo contra o dono das empresas e agora um deles pediu um prazo maior, depois que seu advogado abandonou o processo. — pds.com.py

6 de julho de 2021

Em junho a Receita Federal do Brasil tentou quebrar as pernas dos milhares de muambeiros e do tráfico de drogas e armas Primeiro Comando da Capital concentrando sua fiscalização na Ponte da Amizade na fronteira entre o Brasil e o Paraguai.

A Operação Escudo contou com o apoio de 70 agentes federais, cães farejadores e equipamentos de busca, sistema de câmeras inteligentes, scanner e drones para fiscalizar a maior quantidade possível de veículos particulares, táxis, vans, caminhões e motocicletas.

A Operação também ocupou a BR-227, as estradas vicinais e saíram a caça dos 40 portos clandestinos usados pela facção e pelos contrabandistas autônomos. — laclave.com.br

5 de julho de 2021

5 de agosto de 2021

Há 20 anos, em novembro de 2001, o Primeiro Comando da Capital planejou e executou a sua maior fuga: 108 escapam na maior fuga do Carandiru.

Fora do Brasil, na maior fuga, 75 se evadiram em janeiro de 2020 da Penitenciária de Pedro Juan Caballero.

A meta era bater o recorde nessas  Olimpíadas: seriam em uma única fuga 130 integrantes da facção que estavam presos do Centro de Rehabilitación Social (Cereso) na cidade de Encarnación, no departamento de Itapú no Paraguai.

Mas não foi dessa vez: duas semanas antes, os agentes já tinham recebido a informação de sua existência, mas não estavam conseguindo localizá-lo — uma infiltração e rachaduras acabaram por denunciar o local.

O túnel tinha 3 metros de diâmetro para possibilitar uma fuga rápida para as montanhas próximas.

Fim do túnel e presos ficaram no pátio. Quem veio a público para dar explicações foi ninguém menos que a Ministra da Justiça do Paraguai Cecilia Pérez. — La Nación

Definida a pena de Luiz Guilherme Dutra Toppam, o Coxinha, ele era um dos integrantes do Primeiro Comando da Capital que organizava o esquema internacional da facção em território paraguaio.

Ele estava em Ponta Porã quando caiu na Operação Exílio, mas conseguiu responder em liberdade, mas daí caiu quando estava no Paraguai na Operação Fronteira Segura.

Além de Luiz Guilherme, Djonathan Augustinho Fuliotto Rodrigues Pimentel, também de Nova Andradina, e o advogado douradense Pedro Martins Aquino, foram presos em imóveis mantidos pela organização criminosa em Pedro Juan Caballero.

Adriano Fernandes para o Campo Grande News

Nessa operação, a policia apreendeu 14 granadas, 50 mil Reais, 4 fuzis, 2 pistolas, 7 carros e meia tonelada de maconha. 

Após a confirmação da condenação ele foi transferido do Mato Grosso do Sul para a Penitenciária Federal de Mossoró no Rio Grande do Norte.

2 de julho de 2021

O site abc en el Este em março de 2020 nos avisou que Armando Javier Rotela, o todo poderoso líder do Clã Rotela no Paraguai havia sido condenado há 19 anos e 8 meses de prisão.

No entanto, passado quase um ano, a prisão do chefe do maior grupo criminoso inimigo do Primeiro Comando da Capital no Paraguai pouco se refletiu no seu poder nas ruas.

O site Ultima Hora conta um pouco de sua história:

Armando Javier Rotela, que começou no mundo do crack sendo um dos pioneiros da modalidade delivery, que consistia em recrutar jovens que entregavam drogas em motocicletas, bicicletas ou outros veículos, construindo assim um império que hoje em dia ele se transformou em uma facção criminosa, que é uma das mais temíveis do país. Os investigadores afirmam que o homem controla uma grande percentagem do tráfego e tem uma legião significativa de reclusos que lhe são leais e que o ajudam a aumentar o seu poder dentro e fora dos muros da prisão.

30 de junho de 2021

Bacetto, como é conhecido o mafioso Sebastiano Giorgi da ‘Ndrangheta de San Luca, gerenciava a sucursal norte-europeia do tráfico de droga da América Latina para a Europa a partir de seu restaurante a beira de um lago em Überlingen na Alemanha.

Ele é quem forjava o cartel de compradores e distribuidores de cocaína unindo as diversas famílias que formam a ‘Ndrangheta e grupos europeus como: os albaneses e romenos.

Ele também aproximou a ‘Ndrangheta aos cartéis colombiano e mexicano, aos corretores no Paraguai e no Uruguai e amarrou os negócios com o apoio do Primeiro Comando da Capital no Brasil.

Giorgi não negociava diretamente com os integrantes do PCC, Maluferru, como é conhecido o corretor Giuseppe Romeo é quem buscou um intermediador. Conta-se que quando Maleferru chegou ao Brasil veio disfarçado de padre missionário com hábito, chapéu e Bíblia de baixo do braço, mas o acerto acabou sendo fechado no Ristorante It’s Time da Cesare em Rivalta de Torino na Itália com Nicola Assisi e seu filho Patrick. — Cecilia Anesi, Margherita Bettoni e Giulio Rubino para o IRPI Media

29 de junho de 2021

Bozidar Kapetanovic era um dos contatos do Primeiro Comando da Capital com a máfia sérvia do clã formado por ex-militares sérvios e comandado por Darko Šarić.

Até 2009 o grupo mandava embarcava as drogas para a Europa compradas por eles na Colômbia, Bolívia e no Paraguai através dos portos da Colômbia, Argentina e do Uruguai, mas o esquema foi descoberto e a liderança foi presa durante a Operação Brabo.

Em 2016, o Clã Šarić caiu novamente, mas utilizando vários outros portos, mas principalmente o porto de Santos, onde atuava em parceria com a facção PCC que se responsabilizava com o transporte da carga da origem até a boca do embarque.

Bozidar está preso desde então, mas seu advogado tenta anular sua condenação a 23 anos e 6 meses de prisão alegando que ele teve seu direito de defesa prejudicado pelo juiz não respeitou a ordem de apresentação dos recursos.

O Ministério Público tenta barrar a anulação alegando que só seria válida se Bozidar tivesse sido elencado como “réu colaborador”. — site do Dr. Aroldo Murá

26 de junho de 2021

Foram condenados a prisão os integrantes do Primeiro Comando da Capital: Marcelo Ferruchi e Kevin de Alexander Oliveira (15 anos), e Matheus Ferreira Feitosa e Nelson Goncalves Junior (13 anos).

A Promotora de Justiça Maria Irene Álvarez alegou que os quatro faziam parte de uma associação criminosa internacional e chegaram ao Paraguai para estruturar uma célula da facção PCC.

Eles foram presos em uma operação da polícia novembro de 2017 na cidade de Pedro Juan Caballero, após informações de inteligência da Polícia Federal do Brasil que compartilhou informações sensíveis com seus pares paraguaios através do Comando Tripartido.

Foram apreendidos na ocasião armas de fogo e veículos que agora passam a pertencer ao governo. O relatório balístico informou que as armas de fogo foram utilizadas em homicídios e assaltos, ocorridos em 2017 no departamento de Amambay. — Fiscalía General de la República del Paraguay

24 de junho de 2021

Através da organização criminosa brasileira Primeiro Comando da Capital a família mafiosa italiana ‘Ndrangheta unificou a rota de distribuição de drogas do Cone Sul para a Europa.

“Os corretores da máfia são tão poderosos que lidam diretamente com o PCC. Traficando da Colômbia, da Bolívia e do Peru, passando pelo Paraguai como rota de trânsito.” — Zully Rolón, ministro da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai

A parceria entre as duas organizações criminosas possibilitou que a ‘Ndrangheta passasse a hegemonia do tráfico de drogas da América para a Europa com o dominando 80% do fluxo.

A droga saída da BolíviaPeru e Colômbia, chega no Paraguai e é colocado em containers que seguem por via terrestre ou fluvial/marítima para portos na Argentina (Buenos Aires), Uruguai (Montevidéu) e Brasil (Santos e Paranaguá) e desses para os portos europeus. — Última Hora

22 de junho de 2021

Em 2015, Diego Marcelo Juiz era o “geral do progresso” do Primeiro Comando da Capital e atuava na região da fronteira com o Paraguai.

Por alguma razão, contratou Daniel Duarte Medina para atravessar uma carga de maconha do Paraguai para o Brasil, e contratou Américo Ramires Chaves para executar Daniel.

Daniel acabou sendo morto com 13 tiros de 9mm, e a morte também chegou para Américo, aí só sobrou Diego que nega tudo. Talvez nunca saibamos a razão desse assassinato que começou em Ponta Porã e acabou em Pedro Juan Caballero.

Hoje Diego que veste outra camisa e corre pelo Comando Vermelho foi finalmente condenado pela morte de Daniel a anos de prisão.

16 de junho de 2021

Lançada a candidatura de Óscar Rubén González Chaves para vereador da cidade de Luque no Departamento Central do Paraguai, colado a capital Assunção.

Ele que já era vereador e seu pai que era senador em 2017 mandaram parar uma denúncia ligada a integrantes do Primeiro Comando Capital de que ele tomada por assalto Ciudad del Este e em outra ocasião ele aparece tentando facilitar a situação jurídica de Jarvis Chimenes Pavão.Gladys Villalba para o abc en el este

Nem bem saiu de Pedro Juan Caballero, os 300 quilos de maconha e 52 quilos de skank, foram apreendido ainda nas mãos de dois paraguaios na cidade brasileira de Coronel Sapucaia a 140 quilómetros da fronteira. — abc color

15 de junho de 2021

Três carcereiros e quatro integrantes do Primeiro Comando da Capital de dentro do Presídio de Ciudad del Este no Paraguai são acusados de extorquir por celular um colono brasileiro em US $ 100 mil, cujo valor foi entregue em uma farmácia na cidade vizinha de Hernandarias. Acredita-se que outras pessoas também eram extorquidas mas não apresentaram queixa a polícia. — La Clave

Os presos seriam os carcereiros Freddy González, Adolfo Paredes e Jonas de Amaral, a dona da farmácia Liza Gutiérrez, e Gloria Cantero que era parente de um dos encarcerados que organizaram o esquema. — Diario Popular

14 de junho de 2021

Carterinha de estudante da Universidad Central del Paraguay era o salvo conduto dos PCC para entrar no país

O PCC Bebezão, Weslley Neres dos Santos, seria um entre dezenas de integrantes do Primeiro Comando da Capital que desfilavam de jaleco branco e carteirinha de estudante da Universidad Central del Paraguay.

Além de facilitar o trânsito entre os países dos traficantes, a instituição de ensino também é suspeita de lavar o dinheiro da facção através de seu escritório de representação em São Paulo. — reportagem em vídeo do Domingo Espetacular e reportagem escrita da abc.com.py

10 de junho de 2021

Sintonia do Paiol do PCC no Paraguai é condenado a 15 anos de prisão

Em Pedro Juan Caballero no Paraguai, Marcelo Ferrucci e Kevin De Oliveira foram condenados a 15 anos de prisão por fornecer os fuzis utilizados pelo Primeiro Comando da Capital para matar Lauro Duarte em 2017. Segundo o que a investigação apurou, os dois usualmente forneciam diversos equipamentos para as ações dos integrantes da facção paulista. — Última Hora

8 de junho de 2021

Rota fluvial usada pelo Primeiro Comando da Capital ligando a Bolívia, o Paraguai, o porto de Santos, até a Europa e África

A principal rodovia que liga a província de Santa Fé ao Paraguai é a hidrovia do rio Paraná-Paraguai, que possui poucos controles em ambos os lados da fronteira e um complexo nível regulatório para controlar as barcaças de soja que ligam os portos paraguaios aos argentinos em geral e Santa Fé em particular.

O Paraguai não é mais, como há uma década, um simples fornecedor de maconha, talvez o melhor do Cone Sul. Hoje o Paraguai também é um peso-pesado na triangulação da cocaína produzida nas regiões bolivianas das Yungas e do Chapare. Esses mercados estão nas mãos dos supergrupos brasileiros do crime organizado Primeiro Comando da Capital (PCC) e do Comando Vermelho, ambos em processo de expansão para o Mercosul. — La Capital

7 de junho de 2021

O Ministério Público Antidrogas do Paraguai confirmou os dados de que 80% da produção de cannabis vai para o mercado brasileiro, para cidades como São Paulo, onde atua o grupo criminoso Primeiro Comando da Capital, e para o Rio de Janeiro, onde predomina o Comando Vermelho, e os 20% restantes da produção são divididos entre os mercados da Argentina, Chile e Uruguai. — Mabel Villamayor para o judiciales.net

6 de junho de 2021

Raúl Vicente Leiva Piatti tentou fugir em 2019 sem sucesso e agora fez uma outra tentativa com uma pistola, mas acabou sendo dominado pelos guardas do Presídio de Coronel Oviedo. — Desde Caaguazú

31 de maio de 2021

Dois homens seguem de moto pela rodovia que faz divisa entre Brasil e Paraguai. A polícia manda parar, tentam a fuga, mas um é capturado com um fuzil 556 novinho, e quando vão até o mocó encontram outra ainda embalada — foram trazidas de Pedro Juan Caballero para Ponta Porã e de estavam sendo levadas para Sanga Puitã de onde o armamento pesado seguiria para os PCCs de São Paulo. — Adriano Fernandes e Hélio Freitas para o Campo Grande News

27 de maio de 2021

Numa abordagem de rotina da Polícia Rodoviária Federal em Itapecerica da Serra um veículo com três ocupantes foi parado e no interior em um teto falso foram localizadas dois fuzis Colt calibre 556, de fabricação nos Estados Unidos, e outros dez de modelos diferentes, calibre 223, possivelmente a encomenda do PCC de São Paulo vinha do Paraguai. — Brasil Urgente

26 de maio de 2021

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é aspen-nao-foi-morto-pelo-pcc.jpg

Apesar do agente Juan Carlos Valiente Quiñonez trabalhar em uma penitenciária com uma grande quantidade de PCCs em Pedro Juan Caballero, sua morte teria sido encomendada pelos inimigos da facção paulista, o Clã Rotella em represália ao pente fino que estaria sendo dado nas celas. — Dourados News

“Se vocês continuarem oprimindo os companheiros aí mano e até mesmo qualquer um aí do cárcere de Pedro Juan, vai acontecer com vocês até pior do que aconteceu com o Juan Carlos. A gente vai atirar só na cara de vocês, para vocês aprenderem a não oprimir mais ninguém”, ameaça feita em vídeo ao diretor do presídio de Pedro Juan Caballero — Adriano Fernandes e Hélio Freitas para o Campo Grande News

“A guerra vai recomeçar”. A frase é de morador da linha internacional entre o Paraguai e Mato Grosso do Sul após a ameaça feita ontem por suposto integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital contra o diretor da penitenciária regional de Pedro Juan Caballero. — Hélio Freitas para o Campo Grande News

10 de maio de 2021

o Primeiro Comando da Capital e a dinâmica do crime internacional

Análise baseada no seminário promovido pelo site  InSight Crime sobre expansão do Primeiro Comando da Capital e o mercado transnacional de drogas com os pesquisadores Steven Dudley e Vinícius Madureira sob a mediação da professora Camila Nunes Dias. — Ricard Wagner Rizzi para o faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org

após fechar o veículo os assaltantes ameaçaram os ocupantes com pistolas

Os assaltantes levaram da SUV Blindada 160 mil Reais do Shopping China em Pedro Juan Caballero — suspeita-se que tenha sido uma ação de algum grupo ligado ao Primeiro Comando da Capital. — O Pantaneiro

20 de abril de 2021

Das operações transnacionais de combate ao crime organizado para a selfie do capitão

Os governos do Paraguai e do Brasil comemoram a eficácia de suas polícias: as operações de fronteira nos últimos sete anos apreenderam 48 toneladas de maconha. Bravo, muito bem — Só que a produção estimada no período foi de aproximadamente 200 MIL toneladas, sendo que 60% distribuídas pelo Primeiro Comando da Capital. — Agência EFE

Cannabis: um mercado de 10 bilhões de dólares por ano

Em quase todo o Brasil se consume o baseado paraguaio que o Primeiro Comando da Capital (PCC), uma organização criminosa, distribui desde as cordilheiras de Amambay, dos bosques de San Pedro e, acima de tudo, desde as fazendas dos agropecuaristas brasileiros assentados no Paraguai, onde a Secretaria Antidrogas detectou que estão 60% das plantações. “Onde há PCC, há prensado do Paraguai, é uma das suas fábricas”. — reportagem de El Surtidor republicada pelo Ponte Jornalismo

Com todos os seus naturais sucessores mortos, o megatraficante Fahd Jamil Georges, o Fuad, que era tratado como o grande capo da Tríplice Fronteira, se entregou às autoridades para fugir do Primeiro Comando da Capital, após estes matarem dois de seus netos e dois de seus seguranças, deixando o caminho aberto para a facção paulista na região. — texto no Jornal da Nova

Quem diria que o velho Fuad teria que se esconder por que seu filho Flávio resolveu criar uma lista com 8 nomes de líderes do PCC que deveriam morrer… não morreram e ficaram sabendo da lista. Papai teve que fugir. — Blog do Nélio

Segundo o promotor de Justiça Lincoln Gakiya do MP-SP, com a prisão de Fuad, o PCC Paraguai passou de fase e tendo dominado o mundo do crime começará atacar as autoridades policiais, políticas e judiciárias. — Blog do Nélio

Weslley Neres dos Santos, o PCC Bebezão é preso

Após a prisão de Giovanni Barbosa da Silva, Weslley Neres dos Santos, o PCC Bebezão, teria assumido o controle das operações do Primeiro Comando da Capital no Paraguai, mas agora ele caiu com mais 13 integrantes da facção em Pedro Juan Caballero quando se preparavam para uma ação em território brasileiro. — Andrea Lemos para o Diálogo América

25 de janeiro de 2021

Das operações transnacionais de combate ao crime organizado para a selfie do capitão

A segurança da fronteira brasileira é garantida pela Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (ENAFRON), pelo Sistema Integrado de Monitoramento das Fronteiras (SISFRON) e pela Operação Ágata.

Esses programas elaborados e implementados nas gestões Lula e Dilma visavam respaldar com equipamentos, pessoal e informação o combate ao crime organizado, mas tornaram-se uma ferramenta de marketing.

Apesar do empenho dos profissionais participantes do planejamento das operações, o resultado foi um belo espetáculo para a mídia, com fotos dos militares nas estradas e helicópteros sobrevoando as matas e os rios e policiais rodoviários e militares fazendo operações — garantindo um show para o público televisivo!

No entanto, é inegável os avanços feitos nesse período no combate ao crime organizado, criando condições para as futuras administrações.

Michel Temer continuou o processo de integração e aperfeiçoou as ferramentas jurídicas para integrar as diversas esferas de combate ao crime organizado na TF, agora com a presença também da Bolívia.

Jair Bolsonaro foi até a fronteira do Paraguai e bateu um retrato ao lado do presidente Mario Benítez.

Se Bolsonaro deixou de aprofundar os mecanismos transnacionais que visavam quebrar as grandes barreiras culturais, jurídicas e econômicas que poderiam minar as bases das organizações criminosas, pelo menos teve milhares de compartilhamentos entre seus apoiadores de sua selfie com Benítez.

6 de janeiro de 2021

Vários integrantes da facção paulista PCC foram presos em Pedro Juan Caballero em uma série de operações policiais, entre elas dois soldados de Koringa ou Bonitão, o Giovanni Barbosa da Silva. Com eles foram encontrados mais de 100 quilos de cocaína e uma pistola 9mm que possivelmente foi utilizada no assassinato de Luis Davis Cárdenas de Souza. (artigo do Amambay ahora)

1º de janeiro de 2021

Número de assassinatos em dezembro de 2020 dispara no final do ano por conta da guerra entre as facções Primeiro Comando da Capital, Comando Vermelho e a gangue de Jamil Fahd — o ano fechou com 137 mortos na região da fronteira. (reportagem completa no Blog do Nélio)

3 de dezembro de 2020

A guerra aguardada entre o PCC e a quadrilha de Fahd Jamil não se concretizou

2 de dezembro de 2020

Policiais trabalhando em fazenda de traficante são mortos “levantando a lebre

Enquanto nas periferias das cidades ou nas regiões centrais degradadas de algumas metrópoles brasileiras policiais esculacham, quando não matam pequenos contraventores, dois policiais são mortos no Paraguai enquanto faziam segurança em uma fazenda pertencente a um traficante.

Não são poucos os agentes que se corrompem e trabalham para o mundo do crime, no entanto, como ficam aqueles que trabalham para empresas que sabidamente pertencem a contraventores.

É comum policiais fazerem segurança em postos de combustíveis e clubes que são lavanderias para o crime organizado, em transportadoras e supermercados famosos no meio policial por desviarem cargas, em comércios legais que também fazem o jogo do bicho.

Inocência ou temos a capacidade infinita de relativizar nossos limites morais? Seja como for, a morte dos dois policiais acabou se provando que não teve ligação com a Guerra entre o PCC e o CV que ocorre na região, foi uma simples ação de ladrões de gado. (conheça o caso)

1º de dezembro de 2020

Presidente do Paraguai Mario Abdo Benítez e do Brasil Jair Messias Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro vai até o Paraguai para falar sobre o combate ao crime organizado: agradece ao seu colega Mario Benítez pelo trabalho feito por sua polícia e Justiça, dá um tapinha nas costas, bate uma foto, mas proposta de ação conjunta ou desenvolvimento de estratégias conjuntas nem pensar — o importante é que a self ficou bolada para ser postada nas redes sociais!

Só o tempo dirá o que se esconde por trás do assassinato com doze tiros de 9mm de Juliano Pereira em frente a Colônia Prisional Agroindustrial de Gameleira. Sua morte foi comemorada por integrantes do Primeiro Comando da Capital sob os gritos de “opressor” e “tudo 3”.

“JP” foi um dos principais líderes do PCC atuando na fronteira do Paraguai e era o responsável pelo tráfico de cigarros e drogas para o Brasil e era parente de Jorge Rafaat Toumani — hoje sua posição é desconhecida.

Sua morte pode ser apenas um acerto de contas ou um sinal de que uma disputa pelo controle da fronteira. (as repórteres Anahi Zurutuza e Bruna Marques do Campo Grande News explicam passo a passo o que se passa por lá)

Para a repórter Tenata Portela do MidiaMax, a ordem para a morte de “JP” veio da cúpula do PCC MS que está determinou o assassinato de todos os homens ligados ao mundo do crime das famílias de Jorge Rafaat e Faad Jamil como estratégia para o controle da fronteira do Paraguai, e havia oferecido 10 mil reais por cabeça. (leia direto na fonte)

O repórter Hélio Freitas do Campo Grande News por sua vez conta como tudo começou: Riad Salem Oliveira, um jovem sobrinho de Faad Jamil, deu de desfilar com fuzil por Pedro Juan Caballero, e acabou entrando em atrito com um soldado do PCC atirou com a arma em seu braço e em outra ocasião empurrou durante uma festa outro soldado da facção. (leia a reportagem completa)

Sergio de Arruda Quintilano Neto é parceiro comercial da facção paulista PCC

Duas canetas e uma quantia em dinheiro teria sido o valor pago pelo megatraficante Minotauro à dois Promotores de Justiça do Paraguai. (UOL Notícias)

3 de julho de 2020

O esquema movimentava 1,5 milhão de dólares por mês na região central

Estima-se que a empresa tenha movimentado cerca de 300.000 doses de cocaína, avaliadas em US $ 1.500.000 por mês. Os promotores de Justiça procuram desmantelar a maior rede de distribuição de cocaína no departamento Central do Paraguai, que operava através de torcidas organizadas do clube Sportivo Luqueño.

leia artigo completo no La Nacion

1º de julho de 2020

Conselho Consultivo de Segurança Externa do Departamento de Estado dos EUA

O Paraguai possui fronteiras porosas, particularmente ao longo da Área Tri-Fronteiriça Oriental (TBA) com o Brasil e a Argentina, através das quais as organizações criminosas traficam facilmente drogas, pessoas, contrabando e armas. Os centros populacionais do TBA incluem Ciudad del Este (Paraguai), Puerto Iguazú (Argentina) e Foz do Iguaçu (Brasil). Os visitantes da TBA devem permanecer especialmente vigilantes. Em 2019, as autoridades atribuíram o aumento da violência ao longo da fronteira Paraguai-Brasil entre Pedro Juan Caballero e Salto de Guairá à presença do Primeiro Comando da Capital (PCC) da gangue brasileira do crime organizado.

Os departamentos do Alto Paraná, Amambay, Canindeyú, San Pedro e Concepción continuam sofrendo a violência associada ao tráfico de entorpecentes. O Paraguai é um país de trânsito para a cocaína e o segundo maior produtor de maconha do hemisfério. Os traficantes de entorpecentes usam a violência para resolver questões entre grupos rivais; membros da quadrilha brasileira do crime organizado PCC operam em Pedro Juan Caballero (Amambay), Salto de Guairá (Canindeyú) e Ciudad del Este (Alto Paraná).

continue e leitura no site da OSAC

O Paraguai ocupa o 12º lugar no Índice de Corrupção devido às suas grandes economias ilícitas, incluindo lavagem de dinheiro, contrabando e tráfico de drogas, que agravam os problemas de instituições fracas. Segundo o relatório, a infiltração de cartéis de drogas em todas as esferas do governo torna improvável a perspectiva de melhoria no futuro próximo. O índice destaca a expansão das organizações criminosas brasileiras, principalmente o Primeiro Comando de Capital (PCC), no país como preocupação séria.

continue a leitura no site da InSight Crime

25 de junho de 2020

Mansões, veículos de luxo, dinheiro, armas e explosivos em San Juan Caballero

24 de junho de 2020

Investigação do “Assalto do Século” realizado pelo PCC é finalista em concurso

22 de junho de 2019

Arte sobre foto de Marcola e o brasão do EPP
El Ejército del Pueblo Paraguayo y el Primer Comando Capital

Qual será a consequência da parceria PCC / EPP?
Rícard Wagner Rizzi – faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
→ Paraguai
→ Organização Criminosa

O grupo armado paraguaio, assim como as facções brasileiras, patrocina sequestros e assassinatos de fazendeiros, políticos, empresários e policiais, além de ataques com bombas — e até aí nenhuma novidade para os brazucas.

No entanto, integrantes do PCC tem atuado em conjunto com os EPPs em diversas ações em solo paraguaio, inclusivenos ataques aos sojicultores brasileiros, e esses ataques não visam apenas o lucro:

“O EPP tem lançado comunicados públicos em que designa os sojicultores brasileiros e menonitas como inimigos em razão dos danos econômicos, sociais e ambientais do avanço da sojicultura intensiva no Paraguai, do qual tais sojicultores são os principais agentes, afetando diretamente comunidades campesinas e indígenas em cuja defesa o EPP se posiciona.”

Esse ingrediente político pregado pelo EPP poderá influenciar significativamente os PCCs, assim como os prisioneiros políticos na Ilha Grande o fizeram no final do Regime Militar?

19 de junho de 2020

arte sobre print do site do insight crime
O tráfico de drogas e as organizações criminosas em tempos de covid-19

Tráfico de drogas no Brasil e no mundo durante a pandemia do covid-19
Rícard Wagner Rizzi – faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
→ Brasil — Paraguai — Colômbia — México —Itália — Bolívia — Espanha — Holanda — Peru
→ Tráfico Transnacional

Os repórteres da OCCRP descobriram que a indústria de cocaína do mundo – que produz cerca de 2.000 toneladas por ano e produz dezenas de bilhões de dólares — se adaptou melhor do que muitas outras empresas legítimas. A indústria se beneficiou dos enormes estoques de drogas e insumos que havia antes da pandemia e de sua ampla variedade de métodos de contrabando. Os preços de rua em toda a Europa aumentaram em até 30%, mas não está claro quanto disso se deve a problemas de distribuição e quanto às quadrilhas de traficantes que tiram proveito dos clientes locais.

O que está claro é que a cocaína continuou a fluir da América do Sul para a Europa e a América do Norte. As rotas de tráfico fechadas foram substituídas por novas e as vendas nas ruas e eventos foram substituídas por entregas de porta em porta.

9 de junho de 2020

Pedro Juan Caballero: 2 policiais presos— vídeo comprova facilitação da fuga

1º de junho de 2020

reportagem em vídeo fuga de PCC com a sonífero no escolta e roupa de médico

31 de maio de 2020

Kelvin Fernando Rodrigues, o PCC “Cabelo Mexicano” foge vestido de médico

23 de maio de 2020

Covid-19: as facções criminosas sairão fortalecidas e conquistarão novos mercados

15 de maio de 2020

arte sobre imagem de avião pousando em um campo clandestino do Paraguai
PCC 1533 pistas de pouso no Paraguai

Paraguai destrói nove pistas de pouso e pede ajuda americana
→ Diálogo – Digital Military Magazine

→ Paraguai
→ Crimes transnacionais — Tráfico de drogas

A importância da participação do governo americano no combate a facção Primeiro Comando da Capital está ficando cada vez mais evidente. O pesquisador Ryan C. Berg chegou a afirmar que o enquadramento da organização criminosa paulista permitiria a extradição de seus líderes para cumprir suas penas em solo americano.

O governo americano já colabora com o Paraguai para combater o narcotráfico e crimes relacionados. Em dezembro de 2019, o presidente paraguaio Mario Abdo Benítez se reuniu com seu colega norte-americano, Donald Trump, na Casa Branca para fortalecer os laços de amizade entre os dois países e assinar acordos para combater o crime organizado.

“É importante mencionar que as atividades de cooperação entre os dois países se concentraram no combate ao crime organizado transnacional, fornecendo assistência humanitária, compartilhando conhecimento por meio de treinamento e promovendo o respeito pelos direitos humanos”, afirmou o Ministério da Defesa do Paraguai em relação à cooperação com os Estados Unidos.

2 de maio de 2020

PCC fronteiras fechadas tráfico fluindo

Como chegam as drogas se as fronteiras estão fechadas?
→ Luís Adorno e Alex Tajra — UOL Notícias
→ Brasil —Paraguai
→ Crimes transnacionais — Tráfico de drogas

O fechamento das fronteiras nacionais não desabasteceu as biqueiras da facção PCC, mas o custo dos insumos e o produto acabado ficou mais caro para os distribuidores que repassaram para o varejo.

Diversos fatores estão agindo sobre o preço. Boa parte do abastecimento das regiões consumidoras vinha do Paraguai pelas rodovias, agora tem que atravessar a fronteira por via aérea ou fluvial, mas a dificuldade de importação é compensado parcialmente pela impossibilidade de exportação.

A facção paulista tem diversas rotas para o envio dos entorpecentes para a Europa, onde mantêm parceria com organizações criminosas para a distribuição, no entanto o confinamento da população e a proibição de circulação pelas ruas está impedindo a venda no varejo.

PCC Cachorrão é preso em Pedro Juan Caballero acusado da morte do jornalista.

16 de abril de 2020

arte sobre foto de um dos líderes da facção PCC 1533 no Paraguai sob a frase: "o soldado mais velho do PCC"
Preso Richard René Martínez Rojas

Cai Richard René Martínez Rojas no Paraguai
abc color
→ Paraguai
→ Organização Criminosa

Se Richard se dominava como sendo o “paraguayo más antiguo del PCC” quem sou eu para colocar isso em dúvida, o que sei é que poucos PCCs pelo mundo tem a ficha dele para a facção e dentro do mundo do crime.

Nunca saberemos todos os delitos cometidos por Richard, mas ele era o responsável pela seleção e recrutamento dos novos membros da facção em território paraguaio, escolhendo principalmente regressos do sistema prisional.

Certa vez matou um empresário, de outra foi baleado após assaltar um caminhão, mais tarde participou do grupo que planejou o sequestro de um senador, e teve até uma fuga espetacular envolvendo dezenas de integrantes do Primeiro Comando da Capital, além de muito mais…

Foi recapturado em sua casa em San Lorenzo, próximo a Assunção pelo serviço de investigação da polícia local.

4 de fevereiro de 2020

Só com cooperação internacional para vencer o PCC – afirma Euclides Acevedo.

29 de janeiro de 2020

Integrantes do PCC fogem do Paraguai e a fronteira da Bolívia entra em alerta

8 de agosto de 2019

Mapa mundi do tráfico internacional de drogas tendo ao fundo o símbolo da facção PCC Primeiro Comando da Capital.
‘Ndrangheta e PCC o que há de verdade

A ‘Ndrangheta e suas relações com o PCC 1533
Yuri Neves e Monica Betancur → InSight Crime
→ Brasil Paraguai Bolívia
→ Crimes transnacionais

Uma união de conveniência entre a ‘Ndrangheta e o PCC para contrabandear narcóticos do Brasil para a Europa foi consumada. Cada grupo controla um ponto no fluxo de cocaína, o que não representa risco para a contraparte.

Nos últimos anos, o PCC tem trabalhado para dominar redes de entrada ilegal e centros de transporte no Brasil e nos países vizinhos. Essa extensa rede de logística transformou-os no principal aliado criminoso de organizações estrangeiras que procuram tirar cocaína do Brasil.

5 de agosto de 2019

Foto de uma senhora idosa, o governador João Doria tendo ao fundo o mapa da rota de drogas para a África.
A facção PCC e o governador João Doria

A Rota Africana do tráfico de drogas
Ricard Wagner Rizzi → faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
→ Brasil Paraguai Argentina
→ Crimes transnacionais

No entanto, Carolina Sampó, da Universidade Nacional de La Plata, em seu artigo “Tráfico de cocaína entre a América Latina e a África Ocidental”, explica esse esquema internacional que João Dória com seu sorriso “de sem vergonha” afirma ter quebrado.

E tudo se encaixou: a conversa com a senhora, o massacre de Altamira na guerra pela Rota do Solimões, a afirmação do governador de São Paulo e a morte do garoto, por isso voltei aqui para te falar um pouco mais sobre a Rota Africana no tráfico internacional.

29 de julho de 2019

Bonito Net— Paraguai
Já foram repatriados 120 brasileiros que estavam prisões paraguaias, ainda faltam 600, mas o governo de lá quer acelerar as transferências depois que houve o massacre de 10 PCCs na penitenciária de San Pedro pelo clã Roleta.

26 de julho de 2019

Foto com Rafaat Toumani e o PCC Galã sob o texto "nem morto Rafaat tem paz".
O corpo de Jorge Rafaat Toumani é queimado

PCC matou e depois foi lá roubou e queimou o corpo
Geisy Garnes → Campo Grande News
→ Paraguai
→ Guerra entre facções

O mega traficante Jorge Rafaat Toumani controlava todo o fluxo de drogas e armas que vinham do Paraguai para o Brasil. O Primeiro Comando da Capital resolveu que chegou a hora de acabar com esse intermediário. Foi matou em um ataque espetacular e depois para não deixar dúvidas voltou roubou o corpo e colocou fogo. Se a emboscada e o assassinato são atribuídos ao PCC Pavão, mandante do vilipendio do cadáver foi o PCC Galã.

18 de julho de 2019

Fotomontagem com a Hilux onde foi morto o Alemão Elker e o mapa da região do assassinato sob o texto "facção paraguaia mata PCC no Brasil".
O assassinato do PCC Emanuel Dias Ecker

Facção paraguaia entra no Brasil para matar PCC
Thatiana Melo → Midiamax
→ Paraguai → Mato Grosso do Sul
→ Crimes transnacionais — Guerra entre facções

A facção “Clã Alderete” teria sido a executora do PCC Alemão Elker (Emanuel Dias Ecker), morto em Paranhos no Mato Grosso do Sul. Ele seria uma das lideranças do Primeiro Comando da Capital e estaria a frente das ações da organização brasileira aos recentes ataques ao grupo paraguaio, no entanto não se descarta ainda outras possibilidades como a participação de agentes públicos envolvidos em corrupção ou briga interna do PCC.

8 de março de 2019

Arte com foto do líder criminoso Thiago Ximenes sobre a imagem de um twitter do presidente do Paraguai Marito Abdo.
Marito Abdo twitta prisão do PCC Matrix

PCC Matrix é capturado e o presidente elogia a polícia
RDN Resumen de Noticias → Redação
→ Paraguai
→ Combate à facção — Política de Segurança

Dois presidentes twittam:

Um deles elogia publicamente as equipes policiais que capturaram, após um cerco exemplar, o mais perigoso integrante do Primeiro Comando da Capital:

“Felicitações à Polícia Nacional pela detenção e recaptura de um dos principais chefes da organização PCC, Thiago Ximenes, o Matrix em operação na Villa Ygatimi, Canindeyú. Mais um passo em nossa luta pela segurança do país.”

Marito Abdo @MaritoAbdo

O outro presidente twitta afirmando que ouviu alguém da Polícia Federal dizendo que o PCC teria interesse em que ele morresse, então quem sabe, não houvessem abandonado a ideia do atentado à bomba e tivessem mandado uma pessoa com problemas mentais armado com uma faca?
— agora o Sergio Moro vai ter que conseguir apresentar algum indício nesse sentido ou perigas levar outra invertida pública.

Um desses dois presidentes também postou um vídeo com um cara mijando e outro enfiando o dedo no ânus. Você conseguiria dizer qual dos dois foi o responsável por essa postagem?

Deus nos proteja, mas acima de todos nós, que proteja Sucupira e ao nosso Brasil.

5 de março de 2019

Arte sobre foto de integrante da facção criminosa sob o texto "Caça à liderança do PCC, Reinaldo de Araújo é morto no Paraguai";
Morre o PCC Reinaldo de Araúo no Paraguai

Polícia paraguaia caça e mata integrante do PCC
RDN Resumen de Noticias→ Redação
→ Paraguai
→ Combate à facção

O cerco aos PCCs foi feito na Villa de Ygatimí em Canindeyú, onde Reinaldo de Araújo que é um dos integrantes da quadrilha liderada por Thiago Ximenes, o PCC Matrix, acabou sendo morto após confronto com a polícia.

Arte sobre foto do fiscal Hugo Volpe   tendo ao fundo um mapa estilizado da região da tríplice fronteira.
Fiscal Hugo Volpe PCC e guerra pelo domínio

Ações dos governos brasileiro e paraguaios desarticulam PCC
Ponta Porã News → Redação
→ Paraguai
→ Guerra entre facções

As transferências de líderes da facção Primeiro Comando da Capital para presídios federais, somados a prisão no Brasil de Sergio de Arruda Quintilano Neto, o PCC Minotauro, colocam em risco o equilíbrio de forças na região da fronteira.

O Comando Vermelho (CV) entre outros grupos, também poderão tentar conquistar rotas de tráfico de drogas e armas que estavam sob o controle do PCC, e a disputa poderá ser sangrenta.

28 de fevereiro de 2019

Montagem com uma foto o rosto de Raphael Costa Sampaio e outra com ele sendo algemado, acima o texto: "Oakley estava no Paraguai, liderança do PCC Alagoas é recapturado".
Raphael Costa Sampaio, o Oakley é recapturado

Líder do PCC no Alagoas é preso em Pedro Juan Caballero
UltimaHora → Redação
→ Paraguai — Alagoas
→ Combate à facção

Raphael Costa Sampaio fugiu há anos de uma penitenciária paulista, seguiu para Alagoas onde liderou um núcleo da facção até que em 2016, uma investigação policial conseguiu prender toda a liderança da organização criminosa naquele estado…

“toda” a liderança? Não. Raphael, o PCC Oaklei, que era responsável pelos armamentos da facção conseguiu escapar, pelo menos o último dia 25, quando foi preso na província de Amambay.

Agora como todo bom filho, a casa está voltando. As autoridades paraguaias providenciaram sua deportação e foi entregue hoje para as autoridades brasileiras.

20 de fevereiro de 2019

foto do pátio vazio de veículos apreendidos pela polícia, acima o texto: Policiais fizeram a limpa e deram "pt" nos veículos do pátio.
Ladrão que rouba ladrão tem mil anos de perdão, ou não.

Ganha um pirulito quem achar onde estão os veículos
abc Color → Redação
→ Paraguai
→ Corrupção policial

“Juro que deixei o carro estacionado aqui!” essa frase que costuma acompanhar pessoas cujo carro não está mais onde deixou, ou por ter estacionado em outro lugar, ou por ter sido levado por criminosos, foi dita (penso eu) pelos policiais responsáveis pela apreensão dos veículos do PCC Minotauro (Sergio de Arruda Quintiliano).

Os agentes que ficara responsáveis pela guarda do galpão não convenceram quando apresentaram um cadeado estourado, um sorriso amarelo e a desculpa que pediram para os superiores licença para saírem de vez em quando do lugar.

O próprio ministro do interior veio a público para dizer que ninguém vai colocar panos quentes em casos de corrupção policial:

Eu tenho que trabalhar com um policiais muito bons e com outros corruptos. E ninguém pode negar esses extremos. E aqui não é sobre confiança, é sobre todo mundo ter que se ajustar o seu comportamento ao que as regras estabelecem. E aqueles que não querem ajustar seu comportamento, têm suas portas abertas para deixar a polícia. E quem acredita que pode ter qualquer comportamento dentro da polícia, então tem que se submeter às regras porque, caso contrário, ele será processado.


Juan Ernesto Villamayor

14 de fevereiro de 2019

Arte a partir de foto com dois presos integrantes da facção brasileira sob o texto "Família 1533 de mudança, Paraguai transfere PCCs para Tacumbú.
Transferência de presos no Paraguai

Paraguai manda os integrantes do PCC para Tacumbú
abc Color → Redação
→ Paraguai
→ Sistema Prisional

Os integrantes da facção Primeiro Comando da Capital presos no Paraguai, Valdecir Gonçalves, Ozzil Rizzo De Sá e Sergio Antúnez, foram transferidos para penitenciária de Tacumbú, a mais segura do país.

9 de fevereiro de 2019

Imagem do promotor de Justiça do Paraguai Marcelo Pecci e a frase "o assassinato da advogada do CV".
El fiscal Marcelo Pecci

O envolvimento do PCC na morte da advogada do CV
att.net → Agencia EFE
→ Paraguai
→ Crimes transnacionais

O promotor de Justiça Marcelo Pecci confirma que existe a possibilidade do envolvimento do Minotauro do PCC (Sérgio de Arruda Quintiliano) com o grupo de 15 pessoas presas essa semana e que teriam matado a advogada Laura Casuso, defensora de Marcelo Piloto do CV e também de Javis Chimenes Pavão do próprio PCC.

29 de janeiro de 2019

Promotor de Justiça  Isaac Ferreira em audiência.
el fiscal antidrogas Isaac Ferreira

Explicando o envolvimento do PCC com o tráfico internacional
abc color → Redação
→ Paraguai
→ Tráfico internacional

Durante o julgamento de Tomas Rojas (Toma’i), o promotor de Justiça Isaac Ferreira afirmou que o paraguaio atuava em parceria com Rojas Carlos Antoio Caballero (Capilo), e conta como funcionava o esquema intermediado por advogados em Ciudad del Este.

22 de janeiro de 2019

pacotes contendo quase uma tonelada de maconha na frente de viatura da PRF
940 quilos de maconha apreendidos

PCC perde quase uma tonelada de maconha na fronteira
Campo Grande News → Hélio de Freitas
→ Paraguai– Mato Grosso do Sul
→ Crimes Transnacionais

Ademir Amaro da Silva recebeu cinco mil reais para ir buscar uma BMW X5 em Pedro Juan Caballero e levar até o Trevo da Bandeira em Dourados.

A polícia no entanto já estava investigando o proprietário do carro que ele pegou para conduzir. Quando foi parado pela Polícia Rodoviária Federal para fazer uma fiscalização do veículo foi localizado 940 quilos de maconha escondidas.

Segundo a polícia, essa droga pertenceria ao Primeiro Comando da Capital e estava sendo trazia para o Brasil do Paraguai devido a guerra entre as facções que está ocorrendo por aquelas paragens.

18 de janeiro de 2019

Juan Ernesto Villamayor e o combate ao crime transnacional

Nações do Cone Sul devem combater juntas o PCCo
→ La Nación → Redação
→ Paraguai– Argentina – Brasil
→ Crimes Transnacionais

O ministro do interior paraguaio Juan Ernesto Villamayor afirmou que:

“Não é um negócio para a administração de Jair Bolsonaro que o crime organizado vá para os países vizinhos, mas desapareça. É isso aí, todos nós temos que colaborar. O que representaria se fossem à Bolívia, Uruguai, Argentina, Peru, se continuassem operando? Temos que trabalhar juntos para erradicá-los “.

Ele acrescentou que o governo deve trabalhar para garantir que o Paraguai não seja um “território” confortável para criminosos, como o Primeiro Comando da Capital (PCC) ou o Comando Vermelho (CV).

“Temos que eliminar a máfia. Este é um esforço que tem sido feito em todo o continente, mas é preciso reconhecer que não houve sucesso ressonante Temos que deixar isso desconfortável para o território paraguaio “.

16 de janeiro de 2019

EPP e PCC planejam fuga de carcere paraguaio

EPP e PCC planejaram juntas fuga de San Pedro
La Nación → Redação
→ Paraguai
→ Crimes Transnacionais

Autoridades paraguaias descobriram o plano de fuga na Penitenciaria Regional de San Pedro antes que ele se efetivasse e conseguiram localizar dentro das celas armas caseiras e explosivos que seriam utilizados durante a fuga planejada pelas duas organizações criminosas.

15 de janeiro de 2019

Facção inimiga (PGC) é confundida como aliada.

Polícia diz que PGC pode estar correndo com o PCC
Última Hora → Edgar Medina
→ Paraguai
→ Crimes Transnacionais

Cinco membros da facção Primeiro Grupo Catarinense (PGC) foram presos em Minga Guazú no Alto Paraná, eles seriam responsáveis pelo envio das drogas para serem redistribuídas para toda região sul do Brasil: Osmar de Souza Júnior, Cristiano Pereira Mendes, Lucas Vargas, Mário Javier da Silva e Mário Antônio Roldo.

O mais interessante é que os policiais disseram ao repórter acreditar que os integrantes do PGC estavam trabalhando em conluio com o Primeiro Comando da Capital (PCC) facção inimiga do grupo catarinense.

11 de janeiro de 2019

Tríplice fronteira PCC CV Hezbollah

Explicando em detalhes o tráfico internacional da Tríplice Fronteira
hoy.com → Infobae
→ Paraguai – Colômbia –Bolívia – Peru – São Paulo
→ Crimes Transnacionais

“Não há relação, como se diz, entre o Hezbollah e o cartel brasileiro do PCC. Não há relação entre o Hezbollah e o crime organizado aqui. Eles nunca apresentaram uma única prova de tudo isso “, diz Fahd Jamil Georges.

O jornalista Galeb Moussa também afirma que é difícil acreditar que o Hezbollah tenha ligação com o tráfico e as facções criminosas, pela natureza do movimento religioso radical, que preza acima de tudo a ética.

“Só pensando que eles podem aceitar dinheiro que vem do ilegal, como eles também os acusaram com a questão do tráfico de drogas e todo esse tipo de problemas, eu percebo imediatamente que é uma mentira, porque eles cuidam do extremo o que é legal em todos os sentidos, desde comida lícita a dinheiro lícito até ações legais, eles têm uma ética moral, tanto militar quanto pessoalmente, impecável.”

No entanto, a reportagem da Infobae traça um histórico do envolvimento das facções brasileiras nos crimes transnacionais a partir do Paraguai e os depoimentos de autoridades que apontam no efetivo envolvimento do PCC com o grupo criminoso Hezbollah e a distribuição de drogas pela Europa e Ásia.

31 de dezembro de 2018

PCC e EPP se somam a insegurança paraguaia

Carlos Mateo Balmelli afirma que PCC e EPP reforçam a insegurança
→ La Nación→ Redação
→ Paraguai
→ Segurança Pública

“A Segurança Pública [no Paraguai] está muito comprometida. Ações criminosas do Primeiro Comando da Capital (PCC) e do Exército do Povo Paraguaio (EPP) se somam a insegurança pública que ainda é importante, e que eu acho que está aumentando.”

24 de dezembro de 2018

Matraca ou Chacal do PCC 1533

O Chacal do PCC é capturado em Capitán Bado
→ abc color → Redação
→ Paraguai
→ Crimes Transnacionais

Bismaq Santos Figueiredo (Chacal ou Matraca) caiu por puro acaso. Estava passando por uma rua do bairro de San Roque em Capitán Bado, no departamento de Amambay e lá estavam os policiais olhando os documentos dos passantes.

20 de dezembro de 2018

A facção paulista PCC e a máfia italiana Ndrangheta

A Ndrangheta e o Primeiro Comando da Capital
→ UOL → Cecilia Anesi, Giulio Rubino e Luís Adorno
→ Bahia – Rio de Janeiro – Santa Catarina – São Paulo
→ Bélgica – Bolívia – Espanha – Países Baixos – Paraguai – Portugal
→ Crimes Transnacionais

Essa fantástica reportagem da UOL desvenda os caminhos das drogas desde as florestas bolivianas e paraguaias, passando pelas estradas e portos brasileiros até o desembarque nos portos europeus.

Com a prisão de 90 integrantes da máfia italiana passou a ser conhecido em detalhes a participação da facção Primeiro Comando da Capital no mecanismo de importação de cocaína para o mercado europeu.

Embarcam nos portos brasileiros de Santos (São Paulo), Salvador (Bahia), Itajaí (Santa Catarina) e o do Rio de Janeiro algo em torno de uma tonelada de cocaína por ano que desembarcam nos portos de Róterdam (Países Baixos) e de Antuérpia (Bélgica), além de outros em Portugal, na Espanha e na África.

A operação conjunta entre as polícias da Itália, Alemanha, Bélgica e Países Baixos que trabalharam sob a coordenação da Eurojust.

17 de dezembro de 2018

Corrupção no Paraguai e as facções criminosas

Autoridades marcadas para morrer pelo PCC 1533
→ Terra → Redação
→ Paraguai
→ Corrupção – Crimes Transnacionais

Até o presidente paraguaio foi obrigado a concordar que tem agentes da polícia trabalhando para o Primeiro Comando da Capital:

Aqui houve cumplicidade […]. Quem sabe quanto dinheiro correu aqui? […] o crime organizado se infiltrou [na polícia e no governo].


Mario Abdo Benítez – presidente do Paraguai

Dezoito policias que atuavam junto ao Agrupamento Especializado da Polícia Nacional do Paraguai, em Assunção foram presos.

O PCC Cabelo é transferido para o Brasil

Adrian Alex Mauricio Lima, o PCC Cabelo volta ao Brasil
→ Ultima Hora → Edgar Medina
→ ABC Color → Roberto Duarte [a prisão de Cabelo em 2011]
→ Paraguai
→ Crimes Transnacionais

Não é qualquer gerente de biqueira que consegue influir nos algoritmos do Google, mas o irmão Cabelo, não é qualquer um. Há dias está sendo buscado aqui no site e nas ferramentas de procura da rede mundial de computadores.

Os PCCs Thiago Ximenes e Reinaldo Araújo fugiram da especializada da Polícia Federal paraguaia, e antes que Adrian Alex de Lima (Cabelo), Rafael dos Santos (Ponto 50) e Sidimar Cordeiro da Silva (Nei) fizessem o mesmo, o governo mandou-os de volta para o Brasil.

28 de outubro de 2018

Rafael dos santos ponto 50 transferido

Rafael dos Santos, o Ponto 50, é transferido.
Campo Grande News → Hélio de Freitas
→ Paraguai
→ Combate à facção

Rafael dos Santos, o conhecido “Ponto 50” do PCC, bombou nas redes sociais após aparecer pesadão. Preso, ficou dois meses na penitenciária de Pedro Juan Caballero e agora foi transferido para a de Concepción por medo das autoridades paraguaias que haja uma tentativa de resgate.

11 de outubro de 2018

Isac da Silva Prado do PCC recapturado

Tanta pressão para nada, saiu e ninguém viu
O Estado de S. Paulo → José Maria Tomazela
→ Sistema Penal

O Paraguai prendeu o PCC Isac da Silva Prado, para não ficar com a bata quente na mão cuidou rapidamente da extradição. Aquele esquema de cinema para transferir o perigosos para o Brasil…

Olha aí quem estava de bobeira no litoral de São Paulo: ele! Como é que saíu? Deus sabe como. Só caiu por acaso, a Polícia Civil estava de olho em um mocó e quando a casa caiu, ele foi de graça.

3 de outubro de 2018

Túnel resgate pcc no paraguai


PCC constrói túnel para resgate no Paraguai
ABC Color → Cláudio Figueiredo Ruiz
→ Sistema Carcerário

O PCC Rone Pérez Barbosa preso na cadeia de Pedro Juan Caballero contratou uma equipe de paraguaios. O túnel já estava com 120 metros e foi construído segundo o modelo utilizados por Chapo Guzmán no México. Além da descoberta do túnel a polícia ainda apreendeu veículos e uma carga de drogas. O ministro do Interior do Paraguai, Juan Ernesto Villamayor, confirmou nesta quarta-feira que os serviços de inteligência do Brasil alertaram as autoridades do país sobre uma possível tentativa de fuga.

19 de julho de 2018

Baba baby baba —  vida de rei de um líder
→ Folha de São Paulo  — Marha Alves
→ Crime Organizado — Combate à facção


Cem mil dólares na mão, carros e casa de luxo, caiu Eduardo Aparecido de Almeida,  ele seria um dos caras que controlavam o fluxo entre Bolívia e Paraguai para o abastecimento dos 26 estados brasileiros via Mato Grosso do Sul. Quem disse que a polícia e o Primeiro Comando da Capital não podiam trabalhar em conjunto? Carlos Alfredo Mendoza, um policial paraguaio caiu na operação assim como criminoso brasileiro Ricardo Moraes Alves.

26 de junho de 2018

Esquema familiar do pcc

Dois helicópteros para matar Gegê do Mangue
→ Novo Notícias
Combate à facção  — Tráfico internacional

A Polícia Federal apreendeu em Campo Grande sete helicópteros que pertenciam ao PCC, um deles teria participado da emboscada que vitimou Gegê do Mangue e Paca.

O mega esquema descoberto pelas autoridades indicam que apenas uma família controlava gerenciava o comércio e a distribuição de ilícitos utilizando a fronteira do Brasil com o Paraguai.

3 de junho de 2018

Presídio de segurança máxima de curitiba ESTADÃO

O PCC é maior do que se pensava…
Marcelo Godoy → Estadão
Organização criminosa

… movimenta no mínimo, R$ 400 milhões por ano. Alguns policiais acreditam que esse número pode chegar a cerca de R$ 800 milhões, o que colocaria o PCC entre as 500 maiores empresas do País, mas…

… ainda não é um cartel internacional de drogas porque não domina técnicas avançadas de lavagem de dinheiro, utilizando-se de movimentações eletrônicas a partir do Paraguai.

27 de maio de 2018

Local do crime PCC no Paraguai CSI

Cigarro e cerveja podem levar para cadeia
Fabio Serapião → Estadão
Paraguai — Paraná — Mato Grosso do Sul — Assalto — Organização Criminosa

Os rastros de DNA que levaram aos PCC

Quem disse que não tem CSI no Brasil? Claro que tem, e funciona com um nível de qualidade internacional — coisa de primeiro mundo!

Pera aí, você não vai ver esse mesmo procedimento se morrer alguém de sua família ou de seu bairro, afinal, alguém tem que garantir o cafezinho das repartições públicas e esse é o setor bancário e não você e o pessoal que mora no seu bairro.mas sabe agora que existe e pode ver nessa matéria do Estadão.

Já publiquei algo no passado, mas o repórter Fabio Serapião chegou com mais detalhes apresentados pelo laboratório de genética forense do Instituto Nacional de Criminalística (INC), em um painel sobre o caso no V Congresso Nacional de Peritos Criminais Federais, realizado em Foz do Iguaçu (PR).

No caso do assalto ao Prosegur, em Ciudad del Este, no Paraguai, onde os PCCs levaram US$ 11,7 milhões, os caras caçaram sinais de DNA até no na garrafa de cerveja, na bituca do cigarro e no cabo do barbeador — lembrando que após o assalto, parte da quadrinha se dispersou em Mato Grosso do Sul.

Allan de Abreu reporter investigativo PCC.jpg

Allan de Abreu — jornalista investigativo

“Com um celular nas mãos, transformam suas celas em escritórios do crime. Assim é com o PCC, facção que fez do tráfico sua principal fonte de renda. Mesmo presos, seus líderes comandam com mão de ferro a compra e distribuição, no interior de São Paulo, de cocaína adquirida na fronteira com a Bolívia e o Paraguai.”

PCCs condenados em Ciudad del Este.jpg

4 PCCs condenados em Ciudad del Este
→ Última Hora
São Paulo — Combate à facção

Quatro membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) foram sentenciados em Ciudad del Este no Paraguai acusados de roubo agravado, associação criminosa, violação da lei de armas e resistência.

Todos já eram velhos conhecidos da polícia e haviam participado do ataque à delegacias de polícia do Alto Paraná. Após a condenação seguiram para na Prisão Regional do CDE.

  • Marcos dos Santos ou Sidney da Silva, o “Nei”, pegou 15 anos de prisão e 6 anos de medidas de segurança;
  • Sidimar Cordeiro levou 14 anos e 3 de medidas; e
  • Julio César Gómez e Mario Monteiro Oisu’u 12 e 9 anos de prisão.

3 de maio de 2018

Milciades Arce Aguirre inimigo do PCC encotrado morto.jpg

A ideia agora é reunir à todos
→ Correio do Estado
Paraguai — Guerra entre facções

Vídeo no site da Radio Futura FM

Lembu é inimigo declarado do Primeiro Comando da Capital, e foi na chácara dele que encontraram o corpo de Milciades Arce Aguirre (Cale) que foi levado à força por homens fortemente armado alguns dias antes.

Justiça para a morte do jornalista Paulo Ortega

Eh! Eh! O PCC não queira essa morte!
Pamela Kalkman → NACLA reporting
Paraguai — Guerra entre facções — Corrupção — Política

ídeo no site da Radio Futura FM

Não, o PCC não teve nada a ver com o assassinato do jornalista paraguaio Pablo Ortega, mas o artigo de Pamela Kalkman é perfeito para se conhecer como é a região onde atuam os PCCs no Paraguai, além de mostrar como funciona por lá o envolvimento com políticos — ainda bem que no Brasil os políticos são honestos e não se envolvem com falcatruas e outras mazelas, mas ela vincula a imagem da facção ao crime:

“The largest cartels, the Primeiro Comando da Capital (First Capital Command, better known as PCC) and Comando Vermelho (Red Command) fight for control of the region, each helped by Paraguayan clans who enjoy protection from corrupt politicians, judges, and police commissioners: a true narcopolítica (narcopolitics).”

Mas vale sempre o alerta para os repórteres e até mesmos os turistas, em zona de guerra todo cuidado é pouco.

26 de abril de 2018

Deputado Gustavo Perrella PCC Arujá.jpg

Claro que o deputado não sabia de nada
Paulo Roberto Netto e Jéssica Otoboni → O Estado de São Paulo
Tráfico Internacional

Três pilotos foram detidos em Arujá no estado de São Paulo, entre eles Rogério Almeida Antunes, preso em 2013 por transportar 450 quilos de cocaína em helicóptero da empresa do ex-deputado estadual mineiro Gustavo Perrella (o deputado foi enganado pelo pilo, coitado!).

Enquanto isso os cidadãos de Pedro Juan Caballero ligam para as estações de rádio para relatar os sobrevoos noturnos de helicópteros, em diferentes áreas da capital, segundo, segundo o noticioso HOY.

19 de abril de 2018

Cinturão da Maconha no Paraguai.jpg
Francisco Ayala SENAD.jpg

PCC busca controle total na cadeia produtiva
Diego Zerbato → Folha de São Paulo
Paraguai — Política — Sistema Prisional

É o que pensa Francisco Ayala, diretor de comunicações da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad)

“O PCC veio com força para dominar o ciclo de produção. O que eles querem é eliminar os intermediários e ter capacidade de produzir”

17 de abril de 2018

William Craddick.jpg

Site apocalíptico prevê Primavera Árabe latino-americana
William Craddick→ Disobedient media
Organização Criminosa

O articulista teme que a perda do controle dos governos regionais sobre as organizações criminosas crie uma onda de imigração latino-americana para os Estados Unidos, e faz uma breve análise de cada país.

13 de abril de 2018

Aldeildo Silva dos Santos PCC 1533

PCC procurado no MS cai no Paraguai
Helio de Freitas → Campo Grande News
Combate à facção

Esquema bem articulado, com carro batedor e escolta, mas a Civil estava na espreita e foi todo mundo para o fechado, além de ter participado dessa fita, Aldeildo Silva dos Santos ainda é suspeito de ter participado de várias ações pelo PCC (ele seria até segundo a polícia um matador da facção na região), mas graças ao nosso sistema judiciário e penal estava nas ruas até cair nas mãos da polícia paraguaia em Bella Vista do Norte — agora voltará para o Brasil para cumprir seus 14 anos de condenação.

12 de abril de 2018

Tabacalera del Este contrabando de cigarros.jpg

O contrabando de cigarros e os terroristas
FNCP → UOL Economia
Paraguai — Terrorismo — Contrabando

Que o contrabando de cigarros do Paraguai é uma fonte cada vez mais rentável para o Primeiro Comando da Capital não é novidade para ninguém, mas de quando em quando tem gente que levanta a lebre que o Hezbollah é um parceiro nesse negócio.

É o caso dessa reportagem produzida para o Uol Economia.

“Fontes ligadas à Polícia Federal informam que as autoridades brasileiras acreditam que a aliança começou em 2006, mas os primeiros indícios foram descobertos somente dois anos depois. Traficantes ligados ao Hezbollah ajudaram o PCC a obter armamentos e acesso aos canais internacionais de contrabando como moeda para a proteção de prisioneiro de origem libanesa presos no Brasil.”

Ei? Porque não pergunta para o dono da fábrica dos cigarros. Ops, esqueci, não dá porque ele não aparece na fábrica desde que virou presidente do Paraguai.

11 de abril de 2018

Ricardo Merlo combaterá o Primer Comando Capital.jpg

PCCs infiltrados preocupam o MP-PY
→ Puhoe.com
Paraguai — Combate à facção

Ricardo Merlo, o novo chefe da promotoria de Justiça do Alto Paraná e Canindeyú acredita que a infiltração do Primeiro Comando da Capital na estrutura estatal será um dos maiores desafios a ser enfrentado por ele.

25 de março de 2018

Brasil pede ajuda aos EUA para combater PCC 1533.jpg

Brasil pede ajuda aos EUA para combater PCC
→ UltimaHora
Combate à facção — Crimes Transnacionais

O site paraguaio que não cita as fontes, garante que a Polícia Federal brasileira contatou as autoridades americanas para tentar limitar a exportação de armas para o Paraguai como forma de impedir que cheguem às mãos do Primeiro Comando da Capital.

21 de março de 2018

PCC Sergio de Arruda Quintiliano Neto.jpg

Minotauro → brasileiro armado e perigoso
→ Radio Oasis 94.3 FM
Combate à facção

A tv paraguaia está distribuindo o alerta para o criminoso de Bauru SP, ele seria um dos autores da morte de Wesley Vasconcelos e um do homens do PCC que assumiram o lugar de Jorge Rafaat Toumani — ele circulava pelo país utilizando um documento falso com o nome de Celso Matos Espindola.

19 de março de 2018

Lágrimas no Centro de Rehabilitacion Santa Cruz “Palmasola”.jpg

PCC 1533 — do Brasil para o mundo
Rícard Wagner Rizzi→ faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
Combate à facção — Sistema Carcerário

Essa semana, o ministro do governo da Bolívia Carlos Romero está levando seu país a trilhar o mesmo caminho que nós já percorremos — apoiando a invasão do Centro de Rehabilitacion Santa Cruz “Palmasola”, que deixou mortos e dezenas de feridos.

Na Bolívia e no Paraguai, o mesmo padrão que nós levamos o PCC a desenvolver está servindo para a implantação da facção: aproveitar a opressão dentro do sistema carcerário para conquistar seguidores que, posteriormente, representarão o PCC fora dos presídios.

Matheus Gustavo Leite da Silva, o PCC Mano Zika.jpg

Mano Zika do PCC é zica mesmo
Rafael Ribeiro → Correio do Estado
Combate à facção

Matheus Gustavo Leite da Silva, o Mano Zika, foi sintonia de Rio Claro e estava foragido, mas deu bobeira pelas ruas de Pedro Juan Caballero e foi recapturado. Na delegacia, mesmo algemado nos pés e nas mãos pediu para ir ao banheiro e deu pinote — acabou sendo preso novamente, o cara é tão carniça que o Ministério Público de São Paulo já tinha pedido para mandarem a ele para a máxima de Presidente Venceslau.

15 de março de 2018

Adrián Leiva Vázquez e Diego Armando Zaracho Espínola

Piratas do asfalto do PCC presos na fronteira
→ La Clave
Combate à facção — Assalto

Adrián Leiva Vázquez e Diego Armando Zaracho Espínola faziam parte de uma gangue de “piratas de asfalto”, os investigadores da polícia tinham a informação de que os bandidos iriam cometer um assalto de um milhão de dólares no país vizinho, então eles montaram vigilância nas primeiras horas da manhã, nas proximidades da zona primária da Alfândega.

14 de março de 2018

Papel Higiênico exame de DNA.jpg

Cuidado! Você pode ser preso se for ao banheiro!
Fabio Serapião e Felipe Frazão → O Estado de São Paulo
Combate à facção — Assalto

Eles foram presos por usar papel higiênico, tomar café e fumar:
– José Roberto Monteiro
– Alex Sandro Santos
– José Luis Cardozo Almeida
– Denílson Moreira Días

Duvida? Pergunte para eles ou leia a reportagem. Esses caras, são “os caras” que participaram do mega assalto da Prosegur, e caíram na investigação de DNA.

Caça aos PCCs em Ponta Porã.jpg

Mega operação de forças policiais brasileiras e paraguaias
Geisy Garnes e Helio de Freitas → Campo Grande News
Combate à facção

A caça aos assassinos do policial Wescley Vasconcelos Dias prosseguiu em Ponta Porã, Sanga Puitã, e Zanja Pytã — diversas armas apreendidas entre os presos, Carlos Icassati, um policial militar aposentado, os demais recolhidos foram Michel Antunes Pinto e Cesar Ortiz Zorrilla.

11 de março de 2018

PCCs presos no Paraguai.jpg

PCCs presos no Paraguai chegam à Dourados
Combate à facção — Homicídio
Helio de Freitas → Campo Grande News
Seis membros da facção teriam sido capturados: Lucas Ferreira da Silva, Raimundo Afonso de Carvalho, Victor Fernandes de Souza, Leonardo Caio dos Santos, Wellington dos Santos Martinez e Isaac da Silva Prado. Segundo a reportagem alguns deles estiveram envolvidos na morte do policial civil Wescley Dias Vasconcelos em Ponta Porá.

Camila Caldeira Nunes Dias PCC

O PCC prioriza o domínio de territórios
Geisy Garnes → Campo Grande News
Organização Criminosa
Geisy entrevista a pesquisadora Camila Nunes, que explica a estratégia de ação e as razões que levaram a disseminação da facção paulista em determinados estados e países.

6 de março de 2018

Carson H Gardiner photografer

Carson H. Gardiner —  2018 — fotógrafo e jornalista canadense focado nas questões de conflito e segurança e o impacto social

“O Primeiro Comando da Capital investiu recursos importantes para fortalecer sua presença em países vizinhos, como o Paraguai, a fim de facilitar o tráfico. Membros influentes da elite do governo paraguaio podem se beneficiar direta ou indiretamente das atividades ilícitas daquela organização na fronteira, o que reduz a vontade política de combater o problema naquele lado da fronteira.”

28 de fevereiro de 2018

A tranca virou na Penitenciária Regional de Misiones
Reportagem site paraguai.com
Sistema Carcerário

Sessenta presos se rebelaram e colocaram fogo nos colchões, mas foram rapidamente controlados. As autoridades suspeitam que três dos presos seriam do Primeiro Comando da Capital e eles teriam comandado o motim.

Ele era “o cara” — negócios são negócios
Fábio Grellet → O Estado de São Paulo
Combate à facção

Elton Rumich da Silva, o Galã, já foi preso com os mais diversos nomes e documentos, dessa vez estava indo fazer uma tatoo em Ipanema quando foi capturado.

Possivelmente ele participou da ação que derrubou o mega-traficante Jorge Rafaat Toumani e assumiu parte dos negócios dele. Assim como seu antecessor, ele não olhava de onde vinha o dinheiro, vendendo tanto para o PCC quanto para o CV.

Os repórteres Luís Adorno e Nathan Lopes colocam em dúvida a informação de Fábio Grellet afirmar que “o MP-SP (Ministério Público de São Paulo), Galã era um dos líderes do PCC e importante traficante na expansão dos negócios da facção criminosa –tráfico de drogas e de armas– no exterior, principalmente no Paraguai…”.

Agora, ninguém menos que o ministro Hugo Vera, chefe da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (SENAD) veio a público para alertar do risco de guerra entre facções para dominar a fronteira do Brasil com o Paraguai, depois que Elton Leonel Rumich da Silva, o Galã foi preso no Rio de Janeiro.

Não é certo qual era a sua posição em relação ao Comando Vermelho, mas o certo é que havia conseguido garantir sua posição com o apoio do Primeiro Comando da Capital e agora se criou um vácuo de poder.

Mais detalhes sobre Galã → Ñanduti Digital

26 de fevereiro de 2018

PCC impede que a maconha chegue ao norte
Leandro Prazeres → UOL Notícias
Guerra entre Facções — Tráfico Internacional
A rota do Paraguai foi dominada pelo Primeiro Comando da Capital, os inimigos Comando Vermelho CV e Família do Norte FDN, para não ficar sem a verdinha criou uma rota alternativa. Agora a maconha desce pelos rios Japurá, Içá e Negro.

A Colômbia está com excesso de produção, pois 29 estados dos Estados Unidos legalizaram o uso, quebrando o negócio dos traficantes, agora eles acharam um destino para o produto. Por enquanto, mas a qualidade do produto é pior e o preço chega a ser oito vezes maior que o produzido no Paraguai que está nas mãos do 1533.

20 de fevereiro de 2018

Por que Gegê do Mangue e Pacas estariam no Ceará
Carlos Eduardo Peña → El Delber
Organização Criminosa — Tráfico Internacional

O mais provável é que tenha sido levado para lá direto para a emboscada, mas o fato é que a logística de distribuição de drogas evoluiu sob a batuta de Gegê do Mangue.
O Primeiro Comando da Capital deixou de depender exclusivamente das armas e drogas vindas do Paraguai e Bolívia, criando uma rota alternativa ao norte Venezuela – Colômbia – Ceará.
Para isso a cabeça de ponte garantida pelos aliados dos Guardiões do Estado GDE 745 foi fundamental, e de quebra, com essa mudança de estratégia, Gegê estaria conseguindo minar os vínculos de confiança entre os inimigos FDN CV e SD RN com os seus fornecedores estrangeiros.

18 de fevereiro de 2018

Facções — Desvendando o caminho das armas.
Reportagem de Marcelo Godoy → O Estado de São Paulo
Guerra entre facções — Combate à facção

As armas importadas pelo Comando Vermelho e pela Família do Norte (FDN) chegariam ao País, principalmente, por via marítima. Já as que entram no País para o PCC e seus aliados, como a Amigos dos Amidos (ADA), no Rio, viriam do Paraguai e da Bolívia, em caminhões graneleiros… As armas vêm com drogas e as quadrilhas especializadas em roubos estão interligadas com o tráfico. A guerra entre as facções fez com que até as biqueiras se armassem em São Paulo.

12 de fevereiro de 2018

Americanos vão montar base na fronteira para monitorar o PCC
Redação → Vanguardia
Organização Criminosa — Política
Há suspeitas de que a facção PCC 1533 operaria em conjunto com o Hezbollah no tráfico de drogas, aquisição de armas e financiamento do terrorismo, disseram as informações publicadas nessa ocasião pela mídia brasileira. As ações do Primeiro Comando da Capital nas três fronteiras mobilizaram instituições americanas, como o FBI (serviço de inteligência) e a DEA (agência antidrogas) em direção às três fronteiras. Ao longo dos anos, o PCC, além de reforçar sua presença em seu país de origem, o Brasil, expandiu-se para outros, como o Paraguai. As investigações envolvem o grupo criminoso com células terroristas como o Hezbollah, uma situação que gerou alerta internacional e fez com que as agências dos EUA atinjam mais atenção nesta região do continente.  As investigações mencionam que o PCC operaria com o apoio do referido grupo terrorista em termos de tráfico de drogas, troca de informações e aquisição de armas..

9 de fevereiro de 2018

Duas toneladas de maconha apreendidas próximo a fronteira
Porã News
Tráfico internacional
A polícia paraguaia está procurando quem perdeu duas toneladas de maconha próximo a fronteira com o Brasil, a facção proprietária pode procurar a gendarmeria…

7 de fevereiro de 2018

Qual seria o destino dos PCCs em um resgate CV?
Reportagem de Hélio de Freitas  Campo Grande News
Sistema Carcerário
Apesar de ser CV, Marcelo Piloto está junto com os PCCs na sede da Agrupación Especializada, um grupo de elite da Polícia Nacional do Paraguai, e a polícia do Rio de Janeiro abortou um plano de envio de homens para lá para fazer o resgate.
A pergunta que não quer se calar, quando os CVs entrassem na tranca para retirar Marcelo Piloto iam sair de mãos dadas com os PCCs começando uma nova aliança, ou ia justiçar as crias do 15?

29 de janeiro de 2018

PCC e CV estão de malas prontas para ir para Argentina
reportagem especial de Germán de los Santos para o site La Nacion
Organização Criminosa — Tráfico internacional
O jornalista faz um retrospecto das ações do Primeiro Comando da Capital e do Comando Vermelho no país, aponta o atual estágio, e a perspectiva das futura ações.

Armas militares são apreendidos com PCCs em Curuguaty
reportagem do site ABC Color
Tráfico internacional
Marcos Ferreira da Silva e Cleiton Ciro Gómez foram abordados e as armas foram encontradas no veículo, a polícia não sabe de eles venderiam as armas ou estariam indo matar alguém na cidade.

23 de janeiro de 2018

Polícia Paraguaia divulga nome dos PCCs de Bernardino Caballero
ADN Paraguaio
Tráfico Internacional
Os brasileiros Matheus Duarte Da Silva, Fabio Ribeiro Borges, Alex Fernando De Moraes Araujo, Nicholson Leonardo Vinco, Gilbert Borba Pérez, Edvaldo Martins De Souza y Caio Santos Martins; e os paraguaios Antonio René Giménez Ortega e Marcelo Giménez Benítez.

19 de janeiro de 2018

Os menonitas de San Pedro e as facções brasileiras
Insight Crime
Crimes Transnacionais
O Exército do Povo Paraguaio (EPP) mudou sua estratégia, e 130 famílias menonitas já deixaram a região de San Pedro em direção a Boquerón — a aproximação da área de atuação do EPP das fronteiras brasileiras pode influenciar seu relacionamento com as facções brasileiras.

Nove PCCs vão para a tranca em Bernardino Caballero
artigo com o nome dos paraguaios → Última Hora
Organização Criminosa
Os policiais abordaram um veículo, localizando armas, foram para dentro da casa e detiveram nove membros do Primeiro Comando da Capital.

18 de janeiro de 2018

Taxa de homicídio na américa latina e caribe.jpg

Taxa de homicídio latino-americana comparada
InSight Crime
Combate à facção
Recordes, baixas de todos os tempos e algumas surpresas: 2017 provou ser um ano notável em termos de taxas de homicídio para muitos países da América Latina e do Caribe. Mais uma vez, a InSight Crime apresenta seu levantamento anual de homicídios para dar uma imagem das taxas de homicídios em toda a região.

Se a taxa de homicídios no Paraguai houvesse aumentado significativamente, já estariam acusando que a maciça presença do Primeiro Comando da Capital no país teria sido a causa, no entanto o que ficou registrado foi o menor índice da década, apesar da extrema violência que a facção paulista tem demonstrado para conquistar e manter territórios.

Diretor de escola é do Primeiro Comando da Capital
Última Hora
melhor reportagem → abc color
Organização Criminosa
Cecilio Rubén González Rodríguez agora estaria auxiliando a facção paulista, pelo pelo menos é o que acusa o Ministério Público paraguaio.

Marcos Menezes seria o cara que trazia a droga do Paraguai
nome e endereços → Jovem Pan
Melhor reportagem → R7 Notícias
Tráfico internacional
Parte da droga estava no seu carro, e o restante em dois endereços:, em Barueri, os policiais encontraram 100 quilos da droga e dois veículos: um Fiesta e um Sandero, ambos de cor prata, mas nenhum suspeito foi localizado; e em Cotia, cerca de uma tonelada de maconha, além de munições de calibres ponto 40 e 9 milímetros.

15 de janeiro de 2018

Cai mais um centro de distribuição em Pedro Juan Caballero

Tráfico Internacional
Juan Andrés Ramos Benitez e Jony Javier Jamett eram responsáveis por uma célula de distribuição. Segundo o site abccolor.com.py, a facção não mais possui uma central única, de modo a minimizar as perdas em caso de apreensão.

12 de janeiro de 2018

O Paraná hoje é a segunda maior casa do PCC

Organização Criminosa
Nessa bela reportagem de Juliet Manfrin, traz um histórico do desenvolvimento da facção PCC em território paranaense — só acrescentaria que teve muita facilidade de penetração, por que as condições dos cárceres facilitaram muito. — Os encarregados de operacionalizar o tráfico de drogas, de armas e de munições, agem principalmente na região de Cascavel.

Combater o EPP é fácil, o difícil é enfrentar o PCC e o CV

Organização Criminosa
Há 18 anos combatemos o Exército Popular Paraguaio EPP e tem gente que até hoje acha quele não existe, é o que afirma Antonio Gamarra, líder do movimento político “Paraguai Seguro”, mas ele diz que os caras caras não dão trabalho, comparado com o Primeiro Comando da Capital PCC e o Comando Vermelho CV.

9 de janeiro de 2018

Balística confirma que PCCs executaram Dionísio Paredes

Assassinato
O homicídio foi no assentamento de Kokue Pyahu em Pedro Juan Caballero, e a arma ultilisada foi uma Glock 17 que foi encontrada com os PCCs João Paulo Ramos, Murillo Rodrigues Noguera, e Danilo Vicente Ignácio, que já estão detidos naquele país há quinze dias — algo que chamou a atenção: os familiares da vítima se negaram a colaborar com as investigações.

6 de janeiro de 2018

Negado o pedido de liberdade para integrante do PCC

Contrabando
Alejandro Benítez Ávalos ou Evandro Francisco Padilla, conhecido como ET, tentou sua liberação, mas a Justiça paraguaia determinou que deve aguardar preso ao julgamento.

5 de janeiro de 2018

Até senador paraguaio está envolvido com o PC

Gravações provam o envolvimento dos altos escalões da política com a facção Primeiro Comando da Capital.

4 de janeiro de 2018

Quanto custou para o PCC matar Jorge Rafaat Toumani

Organização Criminosa – Tráfico Internacional – Guerra entre Facções
Belíssimo artigo sobre o Primeiro Comando da Capital na Tríplice Fronteira, possivelmente um dos melhores que li até hoje, conta, por exemplo, que o “regicído” de Rafaat, custou aos cofres da facção paulista 1 milhão de dólares. Com esse texto, Tjerk Brühwiller, se despede do jornal suíço Neue Zürcher Zeitung, fechando com chave de ouro sua missão.

3 de janeiro de 2018

PCC e CV dividem o mercado de contrabando no Brasil

Contrabando
Metade dos cigarros vendidos no Brasil chegam pelas mãos do Comando Vermelho CV e do Primeiro Comando da Capital PCC, a marca de cigarro mais procurada é o Eight.

Delegado Federal afirma que o DEA e o FBI atuam na fronteira

Terrorismo – Organização Criminosa
Há uma presença massiva de forças antiterrorismo na região da tríplice fronteira, tanto do DEA, quanto do FBI quanto do serviço antiterrorismo pela possível ligação do financiaram do terrorismo pelo tráfico de drogas. — delegado-chefe da Delegacia da Polícia Federal em Cascavel, Marco Smith.

Mais dois PCCs são expulsos do país por  tráfico 

Tráfico Internacional de Drogas
Eberton Santos De Souza e Lenon Sorrilla Félix foram presos em Amambay, e segundo a acusação pertenceriam ao Primeiro Comando da Capital.

2 de janeiro de 2018

Pavão agora está livre de pagar por seus crimes

campograndenews.com.br

Assassinato
Com sua transferência para o Presídio Federal de Mossoró (RN), Jarvis Gimenes Pavão, deixa de responder pelos assassinatos cometidos no país vizinho.

Mais três brasileiros são expulsos da nação vizinha

Tráfico Internacional de Drogas
Fabio Roberto Ruiz, Fernando Pontes dos Santos e Maurilio Cleiton Lara de Oliveira devem permanecer presos no Brasil.

28 de dezembro de 2017

Apesar de todos os recursos e ameaças, Pavão retorna ao Brasil

portalpalotina.com.br

Guerra entre Facções – Organização Criminosa
O advogado diz ainda que Pavão é considerado um “bastião da estabilidade” entre as facções que disputam o comando do tráfico na fronteira entre Brasil e Paraguai e que a extradição pode desencadear conflitos na região. “O Brasil não tem nada a ganhar com a extradição”, afirma Danny Gomes.

Site paraguaio destaca a importância de Pavão

Tráfico de Internacional de Drogas – Organização Criminosa
A manchete do jornal “Com Pavão, parte da história do narco do país é extraditada” e a policial da escolta tirando uma foto são o suficiente para mostrar a importância de Jarvis Chimenes Pavão.

27 de dezembro de 2017

A influência do PCC no legislativo paraguaio

capitanbado.com

Corrupção – Política
Representante do senado teria tentado usar sua influência para liberar envolvidos do Primeiro Comando da Capital.

PCC mata PGC em prisão paraguaia

Guerra entre Facções

23 de dezembro de 2017

Caem 5 PCCs que atuaram no assalto de Araçatuba SP

Assalto
Danilo Vicente Ignácio, João Paulo Ramos, Murilo Rodrigues Nogueira, Mayra Natanaelly Guedes de Moura e Erica dos Santos, foram presos após tentativa de fuga de uma abordagem em Pero Juan Caballero. Segundo a polícia eles teriam participado da ação, que resultou na destruição de viaturas e na morte do policial civil André Luís Ferro da Silva.

22 de dezembro de 2017

PCC tenta ajudar a Justiça paraguaia

Sistema Prisional
Mario de Almeida Batista que as vezes anda com o documento com o nome de  Eduardo de Almeida Batista, condenado a extradição para o Brasil por um juiz de Pero Juan Caballero. Querendo ajilizar a justiça e diminuir o custo da extradição, ele saiu correndo do Fórum, pegou um carro que estava fazendo entrega por lá, e veio para Ponta Porã.

18 de dezembro de 2017

Haverá confronto nas fronteiras após a extradição de Pavão

Guerra entre Facções
Versões do submundo da máfia da fronteira informam que vários grupos de narcotraficantes brasileiros do PCC (Primeiro Comando da Capital), Comando Vermelho e facções de traficantes de drogas locais travarão uma guerra pelo domínio da fronteira. Isso ocorreria assim que a extradição do poderoso traficante de drogas brasileiro Jarvis Chiménez Pavão estiver completa no próximo dia 27 de dezembro.

14 de dezembro de 2017

A polícias do Paraguai vai ter que devolver tudo que tiraram do PCC

Organziação Criminosa – Segurança Pública – Tráfico Internacional
Só PM de periferia pode achar que vai metendo o pé na porta do barraco que fica por isso mesmo. Prova disso é a matéria feita por Nélio Brandão em seu Blog: Pavão vai pedir o material apreendido via judicial e se bobear vai processar o governo.

13 de dezembro de 2017

Ele mudou a história e poucos sabem disso

oglobo.globo.com

Organização Criminosa
Pessoas morrem diariamente devido a guerra entre as facções brasileiras, em alguns estados houve necessidade de apoio do governo federal para se manter a ordem pública, e possivelmente nada disso estivesse ocorrendo de Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto do CV, não tivesse quebrado o equilíbrio que havia pacificado o PCC e o Comando Vermelho. Agora a polícia conseguiu prende-lo.

Reportagem fotográfica da prisão do Marcelo Piloto

Organização Criminosa
O site Extra apresenta fotos da prisão de Marcelo Fernando Pinheiro Veiga na Arroyo Porã na cidade de Encarnació no Paraguai.

11 de dezembro de 2017

Rebelião no Presídio de Valparaíso é rapidamente controlado

folhadaregiao.com.br

Sistema Prisional
Bastaram cinco presos e um caminhão da SAP dando sopa para a confusão começar. A penitenciária está com o dobro de presos que sua capacidade pode suportar. Sobrou para 4 funcionários que ficaram frente a frente com os espetos.

Perigosas e poderosas ligações do PCC no Paraguai

Tráfico Internacional — Organização Criminosa
Por muito menos a polícia mete o pé na porta de barraco: o dono da fábrica dos cigarros que estavam sendo transportados pelo PCC para o Brasil é ninguém menos que o presidente do Paraguai, e a segurança da fazenda estava a cargo de um sub-oficial da Polícia Nacional.

7 de dezembro de 2017

Semana complicada para os 1533, cai base no Paraguai

Tráfico Internacional de Armas e Drogas – Organização Criminosa
Quase duas dezenas de homens estavam na fazenda de Luiz Carlos da Rocha, o Cabeça Branca, em Cerro Corá em Pedro Juan Caballero.  Os soldados do PCC que faziam a segurança se renderam após enfrentar os helicópteros e centenas de policiais. Nenhum dos líderes foi preso, dos 16 paraguaios e 12 brasileiros que estavam no local a maioria era de motoristas dos caminhões. Foram apreendidos armamento pesado e caminhões com cigarros ilegais. Há também outra versão que diz que não houve troca de tiros e que todos se renderam pacificamente.

6 de dezembro de 2017

Cada um entra para a história de um jeito

Direito Penal – Combate à Facção
Enquanto a Justiça, o Ministério Público, e a Polícia Federal do Brasil, tem ganhado cada vez mais a confiança por ações de qualidade e resultados nunca antes vistos, vemos do outro lado a fronteira uma ação patética protagonizada pelo promotor Armando Cantero e referendado pelo judiciário: a prisão de um jornalista brasileiro por que talvez tenha vendido um carro para alguém  que pertence ao PCC.

5 de dezembro de 2017

O bom filho a casa torna – Pavão voltará ao MS

ojacare.com.br

Organização Criminosa
Com a decisão da juíza paraguaia Maria Gricelda Caballero, que autorizou a extradição do narcotraficante às 17h26 desta segunda-feira, Jarvis Chimenes Pavão deverá ser repatriado para sua terra natal, o Mato Grosso do Sul, onde responderá por outros crimes.

PCC leva clima de guerra para o Paraguai

Guerra entre Facções
“Nem os criminosos nem os grupos armados vão decidir o que temos de fazer”, disse o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, num dos primeiros atos oficiais após assumir o mandato, em agosto de 2013 — tudo bem, cada um com suas escolhas. Passados 4 anos, nunca se matou tanto fora de uma zona de guera.

29 de novembro de 2017

Os cigarros ilegais estão na mira de negócios do PCC

Organização Criminosa
“[…] O comércio ilegal de cigarros ajudou cartéis de drogas como as FARC da Colômbia a lavar faturamento da venda de cocaína e, de acordo com oficiais da Polícia Federal do Brasil […] está crescentemente chamando a atenção e o envolvimento do grupo criminoso brasileiro Primeiro Comando da Capital (PCC) […]”.

28 de novembro de 2017

Galã é o novo chefe do tráfico no Paraguai

Tráfico Internacional de Drogas
Segundo a polícia paraguaia, o PCC Elton Leonel Rumich da Silva assumiu o lugar do mega traficante Jorge Rafaat Toumani e está sendo caçado pelo assassinato do garoto Gabriel Giménez.

25 de novembro de 2017

Morte de brasileiro no Paraguai é um alerta

Organização Criminosa
Mesmo o diabo toma cuidado quando anda no inferno. A morte de Wagner Amantino Maciel, que é tido como um dos financiadores das grandes ações do Primeiro Comando da Capital, serve como aviso a todos. Muitos são chamados para oportunidades em terras paraguaias, mas é emboscada. Cara crachá — sempre.

13 de novembro de 2017

Dois garotos e um celular derrubam operação da PF
folha.uol.com.br
Organização Criminosa – Crimes Transnacionais
“Dois adolescentes observam atentamente a saída da embarcação e usam seus smartphones. Pronto, a quadrilha a qual pertencem já sabe que o rio deve ser evitado. É assim todos os dias.”

11 de novembro de 2017

PCCs sócios de Pavão são condenados a 14 anos de prisão

Assalto
Oziel Rizzo de Sá e Carlos Henrique Silva Cándido fizeram um assalto com tomada de reféns em 2014. Eles eram ligados ao Jarvis Chimenes Pavão e participaram de um plano para matar um dos guardas e seu sobrinho para conseguirem a fuga do líder da facção.

10 de novembro de 2017

Depósito de armas do PCC próximo do AGEPEN de Ponta Porã

Organização Criminosa
Kevin Alexandre de Oliveira Shimabukuro e Marcelo Ferrucci dos Santos responsáveis pelo galpão da Rua Padre Hugo foram presos e as armas foram apreendidas.

2 de novembro de 2017

Juiz pensa em deixar o país com medo do PCC e do CV

Combate à Facção
O juiz Odilon de Oliveira que entrou para a história por enfrentar de frente as organizações criminosas que atuavam na fronteira, diz que aposentando perderá proteção policial e terá que deixar o país para não ser morto.

31 de outubro de 2017

Matéria sobre o PCC está entre as finalistas do VI AMAERJamaerj.org.b
Organização Criminosa
Os jornalistas Aline Ribeiro e Hudson Corrêa, com a matéria “A Segunda Guerra do Paraguai” que trás detalhes sobre a expansão do Primeiro Comando da Capital é um dos seis finalistas.

Aliados se matando — sangue por sangue entre irmãos?
campograndenews.com.br
Organização Criminosa
O suicídio de Willian Giménes Bernal após a morte de seu filho no atentado da semana passada abriu uma investigação que ninguém sabe onde pode parar — as armas utilizadas no atentado estavam com seus aliados Bruno Henrique Reis de Oliveira, Diego Niz Perez, Rony Maximiliano Román Ramirez, e Ruth Nathaly Enchagüe Benites.

27 de outubro de 2017

Funcionário de Pavão não foi morto, se suicidou
pagina1news.com.br
Assassinato – Organização Criminosa – Guerra entre Facções
Ele sobreviveu ao atentado, mas ao ver o filho de 5 anos morto no banco de trás do carro estourou a própria cabeça com seu 9mm.

23 de outubro de 2017

Só lamento Pavão, o bom filho a casa torna
campograndenews.com.br
Tráfico Internacional de Drogas
Foi negada na segunda instância de apelação da Justiça paraguaia o pedido para que Jarvis Gimenes Pavão não fosse repatriado para o Brasil.

20 de outubro de 2017

Operação contra Crime Organizado pende quatro em Capitán Bado
campograndenews.com.br
Organização Criminosa – Armas
Francisco Javier Caballero Alfonso e Oscar Britez, moradores em Pedro Juan Caballero, e os brasileiros Claudio Paiola Domingos e Nelson Ferreira Araújo, de Taquaritinga (SP), foram detidos com armas, mas a polícia paraguaia não informou se eram membros do PCC ou do CV.

É o três, não passa nada! De sede de transportadora a cambista.
radioculturafoz.com.br
Assalto
Um cambista paraguaio da Ruta VII em Cidade do Leste,alega que brasileiros, possivelmente ligados ao PCC, levaram grande quantidade de dinheiro.

15 de outubro de 2017

Paraguai transfere brasileiros membros do PCC para Assunção
jtribunapopular.com.br
Organização Criminosa – Sistema Prisional
Oziel Rizzo de Sá e Carlos Henrique Silva Cândido seguiram com forte escolta policial para a capital.

9 de outubro de 2017

Maior quadrilha de traficantes presa no Ceará é condenada
diariodonordeste.verdesmares.com.br
Tráfico Internacional de Drogas – Organização Criminosa
Saiu a condenação dos envolvidos em um dos mais complexos esquema de tráfico internacional de drogas do PCC, seus líderes foram condenados a 197 anos (Cícero Brito) e 164 (George Gustavo da Silva).

8 de outubro de 2017

Pelo domínio da fronteira, guerra entre facções faz quarta vítima no ano
campograndenews.com.br
Guerra entre Facções
O site faz um resumo das mortes deste ano atribuídas a guerra entre o PCC e o CV para o domínio da fronteira com o Paraguai.

Polícia paraguaia apreende mais de 11 mil munições do PCC
correiodolago.com.br
Organização Criminosa
Foram encontrados 3000 munições para fuzil calibre 2,23mm da marca Winchester, 8000 munições calibre 9mm da marca Blazer Luger, 100 munições para revolver calibre 38.

5 de outubro de 2017

Resultado da operação policial na Colônia de Cerro Corá
Mbykymi Noticias
Organização Criminosa – Tráfico Internacional de Drogas
Foram apreendidos em  Pedro Juan Cavalheiro: 696,200 kg maconha prensada, veículos, armas, e dinheiro.

4 de outubro de 2017

Sócio de chefe do PCC no Paraguai é preso na fronteira
topmidianews.com.br
Combate à Facção – Organização Criminosa
O advogado e empresário Amado Ramón Salinas, está sendo apontado como sócio de Elton Leonel Rumich da Silva, conhecido como ‘Galan’, uma das lideranças do PCC no Paraguai.

Brazil’s Biggest Gang Planning Kingpin’s Paraguay Prison Break: Police
insightcrime.org
Crime Organizado
A repatriação de Jarvis Chimenes Pavão, líder reconhecido do Primeiro Comando da Capital no Paraguai, continua causando polêmica. Agora ele alega que não pode ser transferido para o Brasil pois seria morto em menos de seis meses.

Para impedir extradição, Pavão tenta anular tratado assinado em 1922
aquidauananews.com
Organização Criminosa – Direito Penal
Por essa eu não esperava, a defesa de Jarvis Chimenes Pavão está tentando a anulação do tratado de extradição existente entre o Brasil e o Paraguai para evitar a sua repatriação.

3 de outubro de 2017

Polícia Federal descobre plano do PCC para resgatar Pavão e alerta Paraguai
midiamax.com.br
Organização Criminosa
A polícia reforçou a segurança do Grupo Especializado em que Pavão está preso e seus arredores, incluindo a prisão de Tacumbú e a sede da FOPE.

“Quadrilha presa por escavar túnel é suspeita de ataques no Paraguai”
folha.uol.com.br
Assalto – Crime Organizado
A Folha de S. Paulo produziu um daqueles seus famosos infográficos que desenham o que aconteceu realmente nesse mega plano de assalto do PCC.

29 de setembro de 2017

Preso no Paraguai, Pavão foi avisado sobre buscas da polícia em cadeia

Tráfico Internacional de Drogas – Sistema Prisional – Corrupção

A advogada do mega traficante Pavão, chegou antes que a polícia na prisão onde haveria uma operação surpresa. De fato, foi uma surpresa para os policiais chegarem depois da advogada. Pavão já avisou que ser for extraditado para o Brasil vai abrir o bico e comprometer o governo paraguaio.

Polícia caça celular em cela de membros do PCC, mas Pavão escapa de buscas

Sistema Prisional – Organização Criminosa – Campo Grande News

O pente-fino para apreender celulares não incluiu a cela do narcotraficante brasileiro Jarvis Gimenes Pavão, a investigação preliminar mostrou que ele não usava celular, mas os outros sim.

Hallan cuerpo calcinado en Pedro Juan

Uma pessoa morta queimada em pneus foi localizada em Pedro Juan Caballero, como o PCC domina a região, as autoridades suspeitam que possam ter sido os autores do homicídio.

27 de setembro de 2017

Rota da cocaína boliviana passa por MS e turbina narcotráfico marítimo

Trafico internacional de drogas – Organização Criminosa – Diário MS

“A rota da cocaína boliviana, encarada como novidade pelas autoridades paulistas, tem um único patrão, segundo policiais sul-mato-grossenses que atuam na repressão ao narcotráfico – o brasileiro Jarvis Gimenes Pavão, 49, que está preso no Paraguai.

26 de setembro de 2017

Rota que inclui MS turbina narcotráfico marítimo e alerta polícia paulista
Tráfico Internacional de Drogas – UOL

“O papel do PCC é garantir todas as condições para que a cocaína saia com segurança da Bolívia e chegue a seu destino no porto, sem que haja disputa com outros traficantes”.

25 de setembro de 2017

Juez de Pedro Juan libera a 2 supuestos miembros del PCC

Corrupção – ABC Color

Há algumas semanas foi um juiz boliviano, e agora a suspeita sobre facilitação na libertação de PCCs cai sobre Édgar Gustavo Ramírez Rodas, magistrado na cidade de Pedro Juan Caballero.

24 de setembro de 2017

Así piensa ‘Marcola’, el ‘capo’ del PCC

Organização Criminosa – Radio Ñanduti

A rádio paraguaia faz uma versão em espanhol do texto de Arnaldo Jabor que está viralizando na Net, com a falsa entrevista do Marcola para o Globo.

22 de setembro de 2017

Rede de doleiros movimentou R$ 8,5 bilhões para traficantes e contrabandistas.

Lavagem de Dinheiro – Organização Criminal – Bol Uol

Os doleiros seriam utilizados pelos membros da fação para lavar o dinheiro do tráfico de drogas.

13 de setembro de 2017

PCC: cae presunto miembro

Combate à Facção – ABC Color

Em Capiibary, na província de San Pedro, foi capturado Henrique Couto Ferreira da Silva, que seria membro do PCC e teria mandado de prisão emitido no Brasil.

12 de setembro de 2017

Paraguai dá mais um passo para extradição de Jarvis Pavão ao Brasil

Combate a Facção – “Campo Grande News”

Pavão é um dos líderes da facção PCC e responsável por ações como a tentativa de assassinar o presidente do Paraguai, Horacio Manuel Cartes Jara, e a morte do megatraficante Jorge Rafaat Toumani, para assumir controle do tráfico de drogas e armas na fronteira.

Locales: Cárcel de Pedro Juan, en la mira del grupo PCC

Combate a Facção – Pedro Juan Digital

O governo reforçou a segurança dos arsenais e presídios de Pedro Juan Caballero e Capitán Bado depois de receber informação de que a facção paulista tentaria atacar esses locais.

Militares: “La soberanía no está en riesgo; vamos a cambiar las estrategias”

“Noticias Destacadas del Paraguay”

O presidente do Congresso do Paraguai, Fernando Lugo, afirmou a respeito das ações do PCC ao norte do país: “A soberania não está em risco enquanto houver um soldado vivo com um rifle.”

Ordenan la captura de líder y encargada de logística del PCC

Combate a Facção –  “Radio Amambay AM 570”

Após a prisão de Ponto 50, agora a polícia está atrás de Aparecida Eliane da Silva, responsável pela armas, logística, as informações para assaltos, e contratação de assassinos.

11 de setembro de 2017

Juiz manda para presídio 4 membros do PCC presos em Pedro Juan

Nos últimos meses, o governo paraguaio iniciou uma ofensiva contra a facção brasileira, apontada como o maior grupo criminoso em atividade no Paraguai.

Cerca de 95% da maconha vendida na Bahia vem do Paraguai

O transporte seria feito pelo Primeiro Comando da Capital, assunto abordado, no Encontro de Secretários de Segurança Pública do Nordeste.

10 de setembro de 2017

PCC: detidos ostentavam armas em redes sociais

Em Pedro Juan Caballero, o “Ponto 50” é acusado da tentativa de homicídio de um agente penitenciário do Estado do Paraná, em Toledo (PR). No local, policiais paraguaios encontraram fotografias dos suspeitos posando com armamento pesado.

Obrigado por deixar seu relato, ele é muito importante para que eu possa corrigir erros e rumos. Só serão mantido os comentários argumentativos ou com conteúdo considerado relevante, seja apoiando ou refutando fatos ou ideias do texto. Se considerar importante alterarei o texto original citando o crédito para o comentarista.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.