Mato Grosso do Sul — PCC 1533 MS

imagem antiga de um arquivista

Notícias — PCC 1533 News — Mato Grosso do Sul

Últimas notícias da facção paulista e seus aliados no estado

clique nas imagens para ler a matéria completa

8 de junho de 2020

Julgamento adiado do companheiro PCC que matou o integrante do CV no MS

4 de junho de 2020

Quatro PCCs irão a júri pela de PM de Maracaju estava incomodando a facção

3 de junho de 2020

Procurado em Ponta Porã, foge de prisão no Paraguai e é preso em Nova Andradina

2 de junho de 2020

“Não vão entrar. Aqui quem manda é o PCC, sai jogado se não você vai morrer”

1º de junho de 2020

O plano era simples: quebrar a janela da cela, cair para o pátio e pular o muro

27 de maio de 2020

O não ele já tinha, não custou nada tentar: negada a saída da covid do PCC Galã
Na caguetagem cai meia tonelada em Caarapó que seguia para Campo Grande
Disciplina do PCC rodou em Caarapó e ainda tirou onda durante a prisão

26 de maio de 2020

É um PM MS sendo preso atrás de outro envolvidos com o crime organizado

24 de maio de 2020

Presos: escuta derruba PMs de Campo Grande e Sidrolândia por extorquir PCCs

22 de maio de 2020

Disciplina do PCC cai com depósito de drogas do Cristo Rei em Anastácio MS

21 de maio de 2020

Batedor cai e entrega chegada de meia tonelada de maconha em Dourados

14 de maio de 2020

Sem culpados após 15 anos da Rebelião de Campo Grande e decapitação de inimigo

7 de maio de 2020

Irmão Sorriso perde armas, munição e colete balístico mocosados em Cristo Rei

6 de maio de 2020

arte sobre fotos de morto em Tribunal do Crime do PCC
Gleison da Silva Abreu teria sido morto por ordem do Tribunal do Crime do PCC?

A execução com requintes de crueldade do jovem foi filmada
→ Kerolin Araújo – Campo Grande News
→ Mato Grosso do Sul
→ Tribunal do Crime – Guerra entre facções

Gleison da Silva Abreu foi morto e seu corpo foi encontrado em um matagal do Jardim Centenário em Campo Grande, característica de execução por decisão do Tribunal do Crime. Agora uma testemunha ligada ao Primeiro Comando da Capital afirma que viu a filmagem da execução, algo comum quando o condenado é integrante de uma facção inimiga. Seria esse o caso?

Operação Piromania contra a facção PCC captura mais um em Campo Grande.

5 de maio de 2020

Integrantes do Primeiro Comando da Capital queimando notas de cem.
Em ação contra o Primeiro Comando senhora de 76 anos e sua filha são presas.
Matador do Tribunal do Crime da facção PCC 1533 tenta saidinha da covid-19

4 de maio de 2020

Suposto integrante do PCC, Cabeça de Fogo, ameaça a mulher e a polícia.

30 de abril de 2020

MPE-MS aponta falhas na soltura por covid-19 do PCC Gerson Palermo
Socorrido pela PM homem atacado pelo PCC 1533 em Vila Nova Campo Grande.

24 de abril de 2020

Arte sobre foto estilizada da Justiça e do símbolo da facção PCC 1533
Integrantes do Tribunal do Crime vão à Juri

Integrantes do Tribunal do Crime do PCC vão a Juri Popular
→ Geisy Garnes – Campo Grande News
→ Mato Grosso do Sul
→ Tribunal do Crime – Guerra entre facções

Alex Mohd Jaber (Keko) do PRB do MS foi morto por integrantes do Primeiro Comando da Capital, após ser julgado pelo Tribunal do Crime por ficar devendo grana para a facção e por comercializar com integrantes do Comando Vermelho (CV).

Após o julgamento, o rapaz que há poucos meses havia regressado do sistema penal onde cumprira 3 anos de reclusão, foi torturado e morto, tendo seu corpo desmembrado e jogado em um córrego.

Agora três integrantes da organização criminosa paulista serão levados a Juri Popular: Adriano de Lima, Carlos Eduardo da Cruz Feniano (Dudu) e Jean Albert da Silva Jara Lemes (555).

23 de abril de 2020

Arte sobre foto de Gerson Palermo deixando a prisão
Gerson Palermo PCC 1533

Sai do fechado PCC com 100 anos nas costas
→ Maria Ferreira – Campo Grande News
→ Mato Grosso do Sul – Paraguai
→ Justiça Penal

Gerson Palermo já tem mais de 100 anos de condenação, mesmo assim não pensou duas vezes quando veio essa história do covid-19: chamou seu advogado e falou para pedir sua liberdade… vai que cola!

Mesmo sem apresentar nenhum documento médico, só acreditando na palavra da velha raposa, o desembargador plantonista viu o pedido dele alegando ter problemas com diabetes, hipertensão e mais que 60 anos e…

Prisão dominiciar! Massa! Só que a alegria de Gerson durou pouco, quando reassumiu seu lugar o desembargador Jonas Hass tomou o maior susto: cara, tá louco?!? E mandou prender novamente Gerson.

Ah! Tá! Não encontraram nem a sombra do homem. Para quem não lembra, esse cara é um dos líderes da facção Primeiro Comando da Capital e era responsável pela coordenação do tráfico pela fronteira com o Paraguai.

Foi preso com 810 quilos de cocaína e posteriormente se acharam mais 504 quilos em Cubatão; também respondeu pelo sequestro de um avião no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu do qual roubou 5,5 milhões de Reais.

22 de abril de 2020

Fotomontagem com criminosos do Primeiro Comando da Capital presos em várias partes do mundo.
Substituindo lideranças do Primeiro Comando da Capital

Para um PCC preso tem outro para entrar no lugar
→ Rícard Wagner Rizzi – faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
→ Mato Grosso do Sul – Paraguai – Bolívia
→ Combate à facção

Na organização criminosa Primeiro Comando da Capital, a queda de um líder ou um membro não significa que outro o substituirá, mas seu espaço será ocupado de forma orgânica e imprevisível através das disputas internas e de acordo com os interesses e as escolhas de cada integrante.

Essa incerteza obriga que as forças que combatem a facção PCC 1533 recomecem suas investigações para entender o novo cenário criado e suas ramificações para, só então, tempos depois, lançar outro ataque – Roque!

17 de abril de 2020

Momento da prisão de matador da facção PCC 1533 em Dourados MS
Xeque-mate volta para prisão

Preso em Dourados matador PCC solto pela Covid-19
→ DiárioMS
→ Mato Grosso do Sul
→ Combate à facção

Walter Dantas Cabreira, o Xeque-mate, foi solto a menos de 20 dias juntamente com mais 250 detentos do presídio de Dourados por conta da ameaça de contaminação por Covid-19 dentro do sistema prisional.

Ao sair voltou direto para a ativa e nesses poucos dias já estava sendo novamente procurado por um ataque de deixou três feridos no Residencial Dioclécio Artuzi em mais um ataque para consolidar o domínio da facção PCC 1533 do MS.

Além de sua forte atuação na guerra entre facções, Xeque-mate estava sendo caçado por ter sido incumbido pela organização criminosa da execução de um agente público, mas não teve tempo de executar o crime.

Xeque-mate foi solto no dia 26 de março de acordo com a Recomendação 62 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de 17 de março, no entanto outras cortes tem negado o direito ao beneficio para membros de facções criminosas mesmo que estejam no grupo de risco ou com prisão provisória.

7 de março de 2019

Arte sobre foto de integrantes do Primeiro Comando da Capital tendo ao fundo o símbolo da Justiça fundida ao da facção PCC 1533.
Operação Osíris captura integrantes da fação PCC 1533

Aqueles que julgavam, agora serão julgados
→ Correio do Estado → Renan Nucci
→ Mato Grosso do Sul
→ Combate à facção — Tribunal do Crime

Todos eles já são conhecidos há muito dos órgãos policiais, mas conseguiam escapar de um jeito ou de outro, mas um homem que estava sendo guardado por eles, a espera do julgamento pelo Tribunal do Crime consegui escapar e acionar a polícia.

Esse erro derrubou a célula do Tribunal do Crime da cidade de Naviraí, compostas pelos PCCs Rodrigo Mariano da Costa, Igor Felipe Jara Canuto de Souza, Samuel de Oliveira da Cruz, e Christiano Moraes dos Santos.

7 de fevereiro de 2019

Preso sendo conduzido para a delegacia em mato grosso do sul no texto "operação yin yang" operação de combate ao PCC
Operação Yin Yang em MS

Megaoperação de combate ao PCC em MS
→ Campo Grande News → Viviane Oliveira, Bruna Pasche e Geisy Garnes
→ Mato Grosso do Sul
→ Combate à facção – Sistema prisional

A maioria dos mandados de prisão e busca foram para suspeitos que já estavam presos em penitenciárias de Campo Grande e do interior sul-mato-grossense.

Os alvos eram os integrantes do Primeiro Comando da Capital que mantinham contato de dentro de diversos presídios com as equipes que estavam em campo.

Uma das novidades apresentadas por essa Operação foi a informação que a facção trabalha com depósitos utilizados como reserva estratégica para emprestar para biqueiras e distribuidores no caso de haver atraso na entrega de encomendas, evitando assim o desabastecimento e o desconforto do cliente.

27 de janeiro de 2019

Dois jovens estão no camburão de uma viatura após sequestro e assalto em série.
Arrastão de UBER em Minas Gerais

A operação dos criminosos durou 5 horas
→ Correio do Estado → Renan Nucci e Renata Volpe Haddad
→ Mato Grosso do Sul
→ Sequestro – Assalto

Eles diziam durante o sequestro serem do Primeiro Comando da Capital, mas a polícia ainda não confirmou a informação.

O UBER foi chamado à um motel no Jardim Leblon e quando o casal embarcou anunciou o assalto. Seis criminosos se revezavam nos assaltos e ficaram a madrugada toda indo de um lado para o outro fazendo nos roubando de quem estava pelos pontos de ônibus.

22 de janeiro de 2019

pacotes contendo quase uma tonelada de maconha na frente de viatura da PRF
940 quilos de maconha apreendido

PCC perde quase uma tonelada de maconha na fronteira
→ Campo Grande News → Hélio de Freitas
→ Paraguai– Mato Grosso do Sul
→ Crimes Transnacionais

Ademir Amaro da Silva recebeu cinco mil reais para ir buscar uma BMW X5 em Pedro Juan Caballero e levar até o Trevo da Bandeira em Dourados.

A polícia no entanto já estava investigando o proprietário do carro que ele pegou para conduzir. Quando foi parado pela Polícia Rodoviária Federal para fazer uma fiscalização do veículo foi localizado 940 quilos de maconha escondidas.

Segundo a polícia, essa droga pertenceria ao Primeiro Comando da Capital e estava sendo trazia para o Brasil do Paraguai devido a guerra entre as facções que está ocorrendo por aquelas paragens.

30 de dezembro de 2019

PCC é citado no relatório de risco

Alerta amarelo para a questão da segurança
→ International News Safety Institute (INSI)
→ Brasil
→ Segurança Pública

O Brasil também foi desestabilizado pelos vários grupos criminosos que operam em todo o país. Desde 2010, as Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) realizam operações nas favelas do Rio para desbravar gangues de traficantes e reduzir a violência entre gangues. Embora a UPP tenha ajudado a reduzir significativamente a violência na cidade, a taxa de homicídios continua alta. Os turistas também são alvo esporadicamente de crimes relacionados a gangues. Em dezembro de 2016, um turista italiano foi morto a tiros quando dirigia para o Morro dos Prazeres em Santa Teresa, onde meses depois dois turistas argentinos e dois espanhóis também foram baleados após dirigirem-se erroneamente à comunidade a caminho do Cristo Redentor. Em fevereiro de 2018, o governo federal ordenou uma intervenção militar no Rio até o final do ano. As operações militares conjuntas intensificaram-se significativamente em toda a cidade. A violência relacionada a gangues também é alta em São Paulo, onde o grupo Primeiro Comando da Capital (PCC) foi responsável por uma escalada da violência desde o início de 2012. Em outubro de 2014, um britânico que trabalhava no Brasil como tradutor foi morto durante um assalto à mão armada em um bar em Interlagos. Há também relatos diários de assaltos à mão armada nos afluentes bairros residenciais dos Jardins, Morumbi, Campo Belo e Moema.

O crime de rua continua a representar a ameaça mais significativa para estrangeiros, com assaltos e assaltos à mão armada comuns em todo o país. Pequenos criminosos geralmente operam em torno de caixas eletrônicos, centros de transportes públicos, áreas populares entre os turistas e trilhas urbanas. Os criminosos provavelmente estarão armados e possivelmente também sob a influência de drogas. No caso de um confronto, a cumplicidade é altamente recomendada. Expresso sequestro, conhecido localmente como relâmpago sequestro, ocorrem no Brasil e o risco é maior no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Brasília e Salvador; no entanto, é importante notar que a maioria das vítimas são nacionais do país. Também ocorreram sequestros na região da tríplice fronteira, próximos às fronteiras com o Paraguai e a Argentina, especialmente nas áreas do oeste dos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. O risco aumenta significativamente ao longo da fronteira noroeste com a Colômbia e a Venezuela, onde grupos criminosos, militantes e paramilitares operam amplamente.

18 de dezembro de 2019

Foto Henrique Martins Von Groll
Integrante de fação de 17 anos morre em guerra entre grupos rivais em Sonora MS

19 de outubro de 2019

A Operação Progresso desarticulou o PCC de MS

Seis PCCs caem em Campo Grande
→ Campo Grande News → Humberto Marques e Geisy Garnes
→ Mato Grosso do Sul
→ Combate à Facção

Operação Progresso fechou os bairros São Jorge da Lagoa, Jardim Novo Século e Mário Covas, apreenderam armas, drogas e equipamentos sem origem comprovada. Foram recolhidos ao sistema prisional: Walter Mendes Lázaro Júnior, Renan Costa Alves, Vanderson dos Santos Araújo, Daiana Fernanda Cidoia Amorim, Domingos de Lima, e Ancelmo Ferreira da Silva.

18 de outubro de 2019

Gabriel Henrique Leite de Souza tentou mas caiu

Ia cair no tráfico, mas caiu por tentativa de homicídio
→ Campo Grande News → Ricardo Campos Jr.
→ Mato Grosso do Sul
→ Combate à Facção

A polícia estava de campana para pegar o traficante Gabriel Henrique Leite de Souza que seria um dos líderes do Primeiro Comando da Capital em Naviraí, nisso chegou na casa o traficante Claudecir dos Santos com sua companheira. A polícia deu o fecha, mas Claudemir entrou em seu veículo e tentou vazar, mas nessa, quase atropelou um investigador, derrubou um motociclista e bateu em um outro veículo no qual estava uma mulher grávida. Agora ele vai responder por tentativa de homicídio enquanto sua garota e o líder do PCC vão responder por tráfico.

1º de outubro de 2019

Foram presos após torturarem o inimigo
→ JD1 Notícias → Marcos Tenório
→ Mato Grosso do Sul
→ Guerra entre facções

O corpo da CV Sorraira Cabritta Costa foi encontrado com a faca ainda encravada em seu rosto no matagal no bairro Zé Pereira em Corumbá.

18 de agosto de 2019

Filmando para provar para o pai

Falam pouco e quando abrem a boca…
→ midiamax  → redação
→ Mato Grosso do Sul
→ Combate à facção

Os assassinatos são cruéis, mas de longe são o que há de mais importante nos dados produzidos pela operação Echelon do GAECO do MP-SP. A investigação mostrou como funciona o sistema de transporte e distribuição de drogas e armas provenientes da Bolívia e do Paraguai  e as estratégias desenhadas para o fortalecimento da Família 1533.  A reportagem destaca quais os municípios do Mato Grosso do Sul fazem parte das células do Norte, do Leste (Bolsão) e a do Sul, assim  como a característica de cada uma delas na guerra entre as facções.

Obrigado por deixar seu relato, ele é muito importante para que eu possa corrigir erros e rumos. Só serão mantido os comentários argumentativos ou com conteúdo considerado relevante, seja apoiando ou refutando fatos ou ideias do texto. Se considerar importante alterarei o texto original citando o crédito para o comentarista.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.