São Paulo — PCC 1533 SP

NOTÍCIAS — PCC 1533 News — SÃO PAULO

Os mais importantes fatos sobre a organização criminosa paulista no estado.

10 de outubro de 2018

PCC 1533 P2 fuga aeroporto fechado

Aeroporto fechado em Presidente Venceslau
Ponte Jornalismo → Josmar Jozino e Maria Teresa Cruz
→ São Paulo
→ Sistema Prisional

Assustou as autoridades a possibilidade de resgate da alta cúpula do Primeiro Comando da Capital concentrada na P2 de Presidente Venceslau. O juiz colocou as barbas de molho e determinou que o prefeito interditasse com barreiras as pistas por vinte dias.

9 de outubro de 2018 

Família do Norte atacaria o PCC em São Paulo copy
Os garotos do PCC afirmaram que temem o FDN
A Tribuna → Eduardo Velozo Fuccia
→ São Paulo
→ Guerra entre Facções

Lucas Sena da Silva estava com seus irmãos quando foi abordado pela polícia no Parque das Américas na Praia Grande. Com ele foi encontrado uma pistola argentina que, segundo ele, era usada para sua proteção para se garantir contra membros da Família do Norte FDN.

8 de outubro de 2018

PM Juliane dos Santos Duarte
MP-SP afirma: PCC matou a PM Juliane
Ponte Jornalismo → Arthur Stabile
→ São Paulo
→ Organização Criminosa

O Ministério Público concluiu que foram os PCCs Everaldo Severino da Silva Felix, o “Sem Fronteira”; Felipe Oliveira da Silva, vulgo “Tirulipa”; e Elaine Cristina Oliveira Figueiredo, a “Neguinha” os responsáveis pela morte da Policial Militar Juliane dos Santos Duarte. “O motivo foi que a Juliane foi à comunidade armada, isto seria uma afronta aos integrantes da organização criminosa. Obviamente, a comunidade é controlada pela organização”.

10 de agosto de 2018

Influência do PCC por estado
A policial foi morta pelo PCC ou por um PCC?
UOL Notícias  → Flávio Costa e Luís Adorno
→ São Paulo
→ Guerra entre facções

Se o Primeiro Comando da Capital domina uma região reina a paz, mas se o PCC não mete o bico também, mas quer ver sangue é só ir nas regiões onde a facção paulista está em disputa com algum inimigo.

8 de agosto de 2018

Gabriel Feltran entende tudo sobre PCC
Pense em um cara que entende de verdade sobre o PCC
UOL Notícias  → Flávio Costa e Luís Adorno
→ Organização Criminosa
Se pensou no repórter Luís Adorno, não, não é dele que estou falando, é do pesquisador Miguel Feltran, esse cara é o cara, e foi entrevistado por ninguém menos que Luís Adorno, resultado: uma reportagem que não pode deixar de ser lida.

GAECO derruba PCC interior
GAECO derruba células no interior e no litoral
ESTADÃO  → José Maria Tomazela
→ São Paulo
→ Combate à facção

Não é outono, mas tem PCC caindo por todo lado por aqui: Sorocaba, Conchas, Cerquilho, Tietê, Laranjal Paulista e Cesário Lange. Entre os detidos estavam sob o comando de Fabiano Robson dos Santos Freitas, o “Febem” ou “Fênix”, considerado o “sintonia geral” (chefe) da facção na Baixada Santista e Vale do Ribeira.

3 de agosto de 2018

PCC a facção que não para de crescer
Se eu colocasse essa manchete estava preso
Isto É  → Vicente Vilardaga e Fernando Lavieri
→ Organização Criminosa
No dia seguinte que eu postasse um artigo com essa chamada seria levado para prestar depoimento e responder por apologia ao crime, então é melhor lerem a reportagem na fonte (desculpe se me rio: kkkk).

2 de agosto de 2018

O PCC usado pela direita e pela esquerda
Não querem assumir a paternidade do PCC
→ DCM Diário do Centro do Mundo  → Kiko Nogueira
→ Política Eleitoral
O DCM, site que os coxinhas diz estar nas mãos dos petralhas, republica um artigo que acusa o ex-Governador Geraldo Alckmin de ser o responsável pela existência e fortalecimento do Primeiro Comando da Capital. Não vou entrar no mérito, quem quiser que vá lá e leia, mas lembro que nesse mosteiro não existem santos: foi graças ao Regime Militar e aos governos dos estados de linha dura à direita que criaram o ambiente propício para o nascimento do PCC; foi graças aos governos de Lula e Dilma e aos governos dos estados de esquerda que criaram um ambiente jurídico que facilitou a mobilidade e proteção para o crescimento seguro do PCC; foi graças à Alckmin e os governos de centro que permitiram o amadurecimento e a profissionalização do PCC em troca da pacificação; foi graças a eu, você e aqueles que fizeram de conta que não viram ou não se importaram com o que acontecia nas periferias e dentro dos presídios que a coisa chegou onde chegou. DCM e outros canais à direita ou à esquerda apenas “jogam pedra na Geni, jogam b….. na Geni”, como cantava o gênio da música e petralha Chico Buarque.

1º de agosto de 2018

Mais prisões para o fortalecimento da facção
UOL Notícias
→ Sistema Carcerário


É isso aí Bolsonaro, força aí, o irmão Canela e a cúpula do PCC apoiam sua proposta de encher os presídios: “O sistema prisional é máquina de fazer PCC”, afirma Filipe Augusto Soares, conhecido como Assassino, durante um diálogo telefônico com um comparsa identificado como Canela. É isso aí irmão Bolsonaro, tâmo junto no fortalecimento. Só agradece. É TD3 passa nada.

30 de julho de 2018

Prótese é o canal, afirma o PCC.
Folha de S. Paulo
→ Sistema Carcerário
Setor de Embrulho do PCC
Esses garotos estão sempre inovando, Steven Jobs achava que era o bam-bam-bam por fazer gato na companhia telefônica, kkk, bobinho coitado, olha essa agora, o PCC contrata pessoas com prótese para trabalhar na empresa. Duas vantagens: atende a cota legar de deficientes e ainda passa com os celulares pelos aparelhos eletrônicos dos presídios: “Aí vem com a fita 3M em cima, uma camada, lacra com 3M inteirinha, aí depois vem com três carbonos de um lado e três carbonos de outro, no meio do carbono cê joga um pouco de pó de grafite também, entendeu?”

25 de julho de 2018

400 mortes em apenas 6 meses
Folha de S. Paulo  — Rogério Pagnan
→ Crime Organizado — Tribunal do Crime
Assassinato PCC
Todas as mortes do Tribunal do Crime do PCC estavam registradas nos celulares de Adriano Hilário dos Santos, o Kaiaque, e Alexandre da Silva Araújo, o Da Sul —  Resumos Finais dos Estados e Países. A polícia chegou a acompanhar algumas mortes ao vivo enquanto fazia o rastreio dos celulares. A reportagem conta um caso em que os responsáveis pela execução deixaram de fotografar o assassinato e tiveram que voltar, desenterrar o justiçado para mandar as imagens para os finais.

24 de julho de 2018

A execução do PCC Galo no Tatuapé


Viveu e morreu como um vida louca
UOL Notícias  — Luís Adorno
→ São Paulo
→ Crime Organizado
Cláudio Roberto Ferreira foi morto a mando da liderança do PCC na guerra pelo domínio do poder dentro da facção paulista. Foram 70 tiros de fuzil no seu carro blindado, virou lata de sardinha amassada. A polícia acredita que ele já sabia que estava jurado e estava se preparando para fugir quando foi morto.

22 de julho de 2018

Conhecer para poder crescer
→ UOL Notícias  — Flávio Costa e Luís Adorno
→ Crime Organizado
Conheça o questionário completo


O PCC usa dados colhidos para realizar denúncias de tortura, maus tratos e a falta de condições dos sistema carcerário onde seus membros estão presos —  organizados até atrás das muralhas.
A Família 1533 faz cadastro para avaliar a saúde e o atendimento que está sendo dado aos seus membros.
O governo com os milhões de impostos arrecadados não se preocupam com os seus contribuintes como os presos com o dinheiro arrecadado com as drogas fazem pelos seus colaboradores.
É impressão minha ou tem algo de errado nesse país? Não devia ser o certo pelo certo e quem está no lado certo da vida também tinha que correr pelo certo?

17 de julho de 2018

Uma boa ideia, só que não!
UOL Notícias  — Luís Adorno
→ Sistema Carcerário
Faccao pcc tenta
Nem toda boa ideia tem bons resultados. A garota até que tentou entrar com a mensagem escrita na calça, mas não deu certo não. Foi pega ainda na entrada do CDP de Ribeirão Preto.

Bloqueadores de celular para “inglês ver”
Folha de S. Paulo  — Rogério Pagnan
→ São Paulo — Mato Grosso do Sul
→ Sistema Carcerário — Combate à facção
Presos usam celular em penitenciárias com bloqueador
Agora governador faz cara de coitado e manda abrir investigação para saber o que aconteceu, pera aí, eu vou economizar grana pública e dizer: “Governo faz população de otária, contrata sistema que não funciona pelo preço de TOP do mundo. Pronto, agora pode fechar a investigação para saber como Carlos Henrique dos Santos Costa e Flávio Henrique Breve continuavam a comandar os negócios da Família de dentro das Máximas com bloqueador de celular. Enquanto os ladrões estiverem do lado de fora dos presídios, quem tá dentro faz suas regras.

8 de julho de 2018

Membro do PCC assume morte de agente penitenciário
→ Brazil News Today
→ Atentado
Reportagem completa no UOL Notícias


O GAECO interceptou uma carta onde o PCC Bandoleiro pede a confirmação da morte do agente penitenciário Alex Belarmino Almeida Silva e pede um advogado aos líderes do PCC no presídio de Presidente Venceslau P2: “Salve pedindo para transmiti até voceis em cima de um pedido de um advogado p/ o caso dele que era muito delicado. A situação dos mesmos foi em cima do Agente que se concluiu com exito essa missão”.

PCC possui regime disciplinar próprio
→ Organização Criminosa
Reportagem completa no UOL Notícias

Dentinho explica como funciona o sistema de Justiça do PCC depois de consultar os livros da facção passa a punição: “Você está sendo excluído do Primeiro Comando da Capital, mas o Comando não vai virar as costas para você e não é para você virar as costas para o Comando, a família não vai trazer problema, mas você não deve trazer problema para a família”.

6 de julho de 2018

O RH do PCC e as prisões femininas
→ Brasil Urgente
→ Combate à facção — Organização Criminosa


A Operação Echelon desvendou o esquema de cadastro do Primeiro Comando antes que as penitenciárias femininas fossem incluídas no sistema. Entre outras coisas, os promotores descobriram que haviam cursos para aperfeiçoamento profissional para os profissionais do mundo do crime, entre eles o de fabricação de bombas e formação de matadores. O departamento do PCC responsável pelo cadastro atuava em 13 estados e contava com mais de cem pessoas atuando na sua manutenção.

GCMs de Ibiúna formaram uma milícia
→ Crime Organizado
Reportagem completa no UOL Notícias
Justiça condena GCMs ligados ao PCC de Ibiuna
Doze Guardas Civis Municipais de Ibiúna foram condenados por formarem uma milícia e atuarem em sintonia com o Primeiro Comando da Capital. Eles caíram depois de uma investigação do GAECO, entre as atividades, os guardas atuavam no tráfico de drogas e extorsão: Daniel Leandro Valêncio, Edivandro de Oliveira Bueno, Reinaldo Melo de Souza, Gilberto Alves Fogaça, Alexandre Cordeiro e Wanderson de Carvalho. A defesa dos GCMs alega inocência: “Eles [guardas] queriam trabalhar e retiraram deles o poder de polícia. O MP armou essa teia para os caras. Eles bateram de frente com uma promotora que, infelizmente, tentou cercear o trabalho deles como guarda municipal e eles foram injustiçados”.

23 de junho de 2018

Bacana NewsRepercutindo Veja  —  taxa de homicídios
→ Bacana News
São Paulo  — Combate à facção

Em São Paulo, onde o PCC surgiu e é hegemônico no tráfico, o vetor é inverso: os homicídios caíram 46% na última década. Por isso, dissemina-se a certeza de que o controle da violência em São Paulo não está nas mãos do governo e suas políticas de segurança. Está nas mãos do PCC

20 de junho de 2018

Maconha EstadãoPresos são presos em Sorocaba e Mogi das Cruzes
José Maria Tomazela → Estadão
Combate à facção

Os presos continuavam ordenando a prática de crimes. Também foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão. Todos eram integrantes do PCC, e fora do presídio foi detida uma mulher que comandaria parte da quadrilha.

15 de junho de 2018

Operação Echelon policia pé na portaLiderança da expansão cai na P2 — Operação Echelon
→ Gaucha ZH
Combate à facção

Sete líderes que estavam em Presidente Bernardes foram transferidos para o RDD: Cláudio Barbosa da Silva, o Barbará; Almir Rodrigues Ferreira, o Nenê da Simioni; Rogério Araújo Paschini; Reginaldo do Nascimento; José de Arimateia Pereira; Cristiano Dias Gangi; e Célio Marcelo da Silva, o Bin Laden.

Vários resumos de estado foram capturados ou já estavam dentro do sistema agora responderão a mais esse processo. Rafael Silvestre da Silva, o Gilmar, que seria o responsável pela sintonia geral estava em um conjunto habitacional em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, mas escapou.

Haviam ordens para matar agentes públicos, mas a polícia estava monitorando e prendia os envolvidos antes que conseguissem cumprir as missões — não tem como negar que esse MP-SP sabe o que faz.

Agora, como acontece quando cortamos a cabeça da Hidra, temos que enfrentar as outras sete que nasceram para substituir essas cortadas, como lembra o secretário da Administração Penitenciaria, Lourival Gomes.

8e527-fuzis2bdistribu25c325addos2bpara2btodo2bbrasil2b-2bjornal2bdo2bbrasil→ Jornal do Brasil
Combate à facção

Sete líderes que estavam em Presidente Bernardes foram transferidos para o RDD: Cláudio Barbosa da Silva, o Barbará; Almir Rodrigues Ferreira, o Nenê da Simioni; Rogério Araújo Paschini; Reginaldo do Nascimento; José de Arimateia Pereira; Cristiano Dias Gangi; e Célio Marcelo da Silva, o Bin Laden.

Vários resumos de estado foram capturados ou já estavam dentro do sistema agora responderão a mais esse processo. Rafael Silvestre da Silva, o Gilmar, que seria o responsável pela sintonia geral estava em um conjunto habitacional em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, mas escapou.

Haviam ordens para matar agentes públicos, mas a polícia estava monitorando e prendia os envolvidos antes que conseguissem cumprir as missões — não tem como negar que esse MP-SP sabe o que faz.

Agora, como acontece quando cortamos a cabeça da Hidra, temos que enfrentar as outras sete que nasceram para substituir essas cortadas, como lembra o secretário da Administração Penitenciaria, Lourival Gomes.

8 de junho de 2018

EstadãoO fim do PCC pelo bem da ordem e do progresso!
Editorial → Estadão
Organização Criminosa

De acordo com a apuração feita pelo Estado, os ataques teriam sido represálias ao que o PCC chama de “opressão” supostamente praticada em presídios de MG e do RN. (verdade)

É sabido, no entanto, que o emprego da violência em ações espetaculares é uma tática do PCC para marcar “território”. (Fala sério! Sabido por quem? Desculpe se me rio! Kkk!)

Concordo plenamente com o editorial do Estadão. O PCC tem que ser destruído.

Para isso, que tal minar suas bases? Acabar com o iníquo sistema carcerário, com as desigualdades sociais que abandonam à própria sorte os moradores das periferias, e a política anti-drogas que apenas fortalece o tráfico de drogas?

Ah! Não! Desculpa aí! Estava relendo o Estadão, e a sociedade e a democracia que o jornal visa defender não inclui esses grupos sociais, que por sinal não leem o Estadão.
Lembrando que após 143 anos de história o jornal tem um faturamento anual próximo de 800 milhões de dólares por ano, e em pouco mais de 14 anos, sem dinheiro público ou apoio de empresários a facção paulista tem apurada oficialmente 400 milhões de dólares ao ano, extra oficialmente supera com facilidade o faturamento da empresa jornalística — e a divisão do butim, ao contrário do Estadão, é pulverizados pelas regiões mais pobres da nação.

A indignação do jornal em ter sido suplantado pela facção fica claro no trecho: ” É impossível que um grupelho de detentos formado no interior de uma penitenciária chegue a este patamar de desenvolvimento…”

3 de junho de 2018

Comando Vermelho no EstadãoPCC cresce e Estadão põe foto de um CV!!!
Marcelo Godoy → Estadão
São Paulo — Organização Criminosa

Agora é oficial, não são 15 nem 60, são 30 mil irmãos PCCs cadastrados pela facção.

Em 2014, ela tinha 3.261 integrantes em outros Estados; em 2017, já eram 18.538 e, no País, o total chegava a 29.460. De lá para cá, mais 2 mil bandidos se filiaram fora de São Paulo ao grupo, que tem agora – dados de março – 20.448 homens e mulheres em outros Estados. O total no País já ultrapassa a casa dos 30 mil.

Sonia Racy Estadão30 vexes mais violento que a Europa
Sonia Racy → Estadão
Taxa de homicídios

Os assassinatos respondem por 56% das mortes de jovens do sexo masculino entre 15 e 19 anos. De 20 a 24 anos, esse índice é de 46%. A proporção cai para menos de 5% da população masculina a partir dos 45 anos de idade.

A taxa de 30,3% de mortes para cada 100 mil pessoas é desigual. A de São Paulo é 10,9, a de Santa Catarina 14 e a do Rio Grande do Norte 53. Enquanto em São Paulo os índices caíram 46% em dez anos, no RG do Norte subiram 256%.

Tá feia a coisa por aqui, mas ao analisar a queda da violência em São Paulo, os autores mencionam, além de controles e políticas mais eficazes, a “hipótese da pax monopolista do Primeiro Comando da Capital, que passou a controlar o uso da violência letal”.

ARQUIVO ANTIGOS DE NOTÍCIAS:

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017