Junho de prejuízos para a facção PCC em Limeira

O integrante do Primeiro Comando da Capital preso dessa vez, preparava e vendia no varejo drogas no Jardim Anhanguera em Limeira e seu enteado de 15 anos era o responsável pelo comércio no bairro Novo Horizonte. — Fernando Covre para rapidonoar

Dois dias antes, outro integrante da facção caiu em uma abordagem no bairro Ernesto Kuhl, foi encontrado 120 gramas de cocaína, 196 gramas de maconha e 135 ml de lança-perfume, de posse de um rapaz que alegou que precisava vender aquele produto para pagar a mensalidade da organização criminosa. — Fernando Covre para o rapidonoar

No início desse mês, a Operação Sintonia derrubou na cidade o Corintiano, integrante da facção que seria o responsável pela movimentação do dinheiro e abastecimento de outras biqueiras da região: Cordeirópolis, Charqueada, Araras, Santa Gertrudes e Rio Claro. — Denis Martins para o Diário da Justiça

Autor: Wagner Rizzi

O problema do mundo online, porém, é que aqui, assim como ninguém sabe que você é um cachorro, não dá para sacar se a pessoa do outro lado é do PCC. Na rede, quase nada do que parece, é. Uma senhorinha indefesa pode ser combatente de scammers; seu fã no Facebook pode ser um robô; e, como é o caso da página em questão, um aparente editor de site de facção pode se tratar de Rícard Wagner Rizzi... (site motherboard.vice.com)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: