Condenado o responsável pela guarda das armas e drogas do PCC

Arqueiro, como é conhecido Edimar da Silva Santana, no ano passado na Operação Exílio do MPF. Ele era o resumo da disciplina do Mato Grosso do Sul e era afilhado do líder Bonitão do Primeiro Comando da Capital.

Na casa do Arqueiro foram encontradas meia tonelada de maconha, documento falso e três armas, ficando comprovado que a função dele era guardar as drogas e as armas para a facção.

Ele foi condenado a 27 anos e 3 meses, e é só um dos 170 integrantes da facção PCC envolvidos nessa mesma operação. — fonte: Renata Portela para o MidiaMax

Autor: Wagner Rizzi

O problema do mundo online, porém, é que aqui, assim como ninguém sabe que você é um cachorro, não dá para sacar se a pessoa do outro lado é do PCC. Na rede, quase nada do que parece, é. Uma senhorinha indefesa pode ser combatente de scammers; seu fã no Facebook pode ser um robô; e, como é o caso da página em questão, um aparente editor de site de facção pode se tratar de Rícard Wagner Rizzi... (site motherboard.vice.com)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: