Morte o suposto elo do Comando Vermelho no governo paraguaio

O político do Paraguai Carlos Rubén Sánches Garcete, conhecido como Chicharõ, foi morto em sua fortaleza em Predro Juan Caballero. Dez homens invadiram seu bunker sob o pretexto de serem agentes do SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas) e o executaram em seu quarto.

Alguns órgãos de imprensa afirmaram que o Primeiro Comando da Capital estaria por trás de sua morte, já que ele corria com o Comando Vermelho, no entanto, a polícia acredita que ele se desentendeu com seu ex-sócio nos negócios com o CV Fernandinho Beira-Mar. — fonte: Hélio Freitas para Campo Grande News

Autor: Wagner Rizzi

O problema do mundo online, porém, é que aqui, assim como ninguém sabe que você é um cachorro, não dá para sacar se a pessoa do outro lado é do PCC. Na rede, quase nada do que parece, é. Uma senhorinha indefesa pode ser combatente de scammers; seu fã no Facebook pode ser um robô; e, como é o caso da página em questão, um aparente editor de site de facção pode se tratar de Rícard Wagner Rizzi... (site motherboard.vice.com)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: