Decapitado na a guerra entre facções em Tangará do Sul

A guerra em Tangará da Serra no Mato Grosso continua:

Há dois meses um integrante da facção PCC foi encontrado amarrado na zona rural perto da rodovia MT-358, e mesmo tento levado três tiros na cabeça e recebido pauladas por todo o corpo, sobreviveu e disse que tomou um ‘salve’ de cinco crias do Comando Vermelho. 

No mês passado foi a vez de Pablo do Comando Vermelho, teve sua casa na Vila Horizonte invadida de madrugada por dois supostos integrantes do PCC de capacete e foi morto em seu quarto.

Dessa vez foi de José Claudeson do PCC que foi surpreendido por CVs enquanto estava trabalhando em uma obra com o pai na Vila Alta. Ele foi decapitado na frente do pai e sua cabeça foi levada em uma mochila pelos assassinos. — fonte: Barbará Sá para o RD News

Autor: Wagner Rizzi

O problema do mundo online, porém, é que aqui, assim como ninguém sabe que você é um cachorro, não dá para sacar se a pessoa do outro lado é do PCC. Na rede, quase nada do que parece, é. Uma senhorinha indefesa pode ser combatente de scammers; seu fã no Facebook pode ser um robô; e, como é o caso da página em questão, um aparente editor de site de facção pode se tratar de Rícard Wagner Rizzi... (site motherboard.vice.com)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: