PCC avisa: nossa guerra não é contra a população.

Aqui quem está falando é o Dexter, Primeiro Comando da Capita, Geral da Rua, eu sou o PCC.
O juiz veio aí falar na televisão para todo mundo que não tem PCC aqui, gente, eu vou falar uma coisa para vocês que é verdade.
Hoje talvez eu tenha sorte de estar vivo, eu podia até estar morto.
Guerra é guerra. Nunca vamos atacar a população, a população está fora dessa guerra.
Eu sou o Geral da Rua. Eu apenas abro e fecho com eles.
E esse juiz vem aí falar, que PCC não existe, vocês podem ter ciência que existe sim.
A guerra está instaurada e é o seguinte, se eu morrer vai vim outro, e se matar vai vim outro, vai vim outro, nunca vai acabar.
Nós somos contra o governo. Essa é nossa guerra, a guerra é contra o estado. Nós somos mais de vinte e seis mil no país.
Aqui em Vilhena nós estamos em todos os lugares.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Aqui tem o Chefe Geral quem comanda o PCC, é a Cúpula Alta, mas eu não conheço e nunca vi.
O CV é safado, eles caguetam, esses bichas aí, são tudo errado.
Tudo que você faz, você tem que estar certo no crime.
Estuprador é abominável no meio de nós.
Nada aí contra a população, mas o governo vai ter que…
Salve, salve, meus irmãos, é nóis estamos juntos em qualquer caminhada.
As ordens vêm de todos os lugares, mas a gente nunca vê cara, não sabe de nome, não sabe de nada. É a facção, você é do crime, você é mandado, o que eu posso fazer?
O crime cresce cada dia mais, o momento que o país atravessa aí. Esse pessoal todo aí vai virar ladrão.
Nosso lema é Paz, Justiça, Liberdade, Igualdade, e União.

O policial questiona. Seu lema é Paz e Justiça, mas aí sai assaltando. Isso é paz? Roubando o que é dos outros. Isso é justiça?

Mas e se você roubar de quem tem? Nós não temos nada contra a população inocente não, nossa guerra não é contra a população não, nunca foi e nunca vai ser, a população pode ficar sossegada. (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Autor: Wagner Rizzi

O problema do mundo online, porém, é que aqui, assim como ninguém sabe que você é um cachorro, não dá para sacar se a pessoa do outro lado é do PCC. Na rede, quase nada do que parece, é. Uma senhorinha indefesa pode ser combatente de scammers; seu fã no Facebook pode ser um robô; e, como é o caso da página em questão, um aparente editor de site de facção pode se tratar de Rícard Wagner Rizzi... (site motherboard.vice.com)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: