Arquivo de Notícias — PCC 1533 — Abril de 2020

As principais notícias sobre a facção PCC 1533 Primeiro Comando da Capital no mês de abril de 2020.

30 de abril de 2020

Arte sobre foto da prisão do PCC Wislan Ramos Ferreira
Wislan Ramos Ferreira preso PCC Jagunço

Executor do Tribunal do Crime da Zona Leste é preso
→ Cidade em Foco News
→ São Paulo
→ Tribunal do Crime

“São pelo menos mais de 50 homicídios que ele praticou a mando da facção. Agora, as investigações prosseguem para descobrir onde os corpos estão enterrados”

delegado Carlos Alberto da Cunha

Wislan Ramos Ferreira, o Jagunço, era o juíz sem toga, sem caneta e sem o alicerce constitucional e legal, mas munido com submetralhadora e machado, Wislan julgava e aplicava como sanção mais severa a pena capital aos desafetos da facção. Entre os réus dos tribunais do crime estão alcaguetes, devedores de drogas, estupradores e “talaricos”.

Homem de confiança da cúpula da facção, foi designado, inclusive, para eliminar o delegado geral Ruy Ferraz Fontes. O plano para assassinar o chefe da Polícia Civil de São Paulo foi descoberto há cerca de seis meses, após bilhete revelando a trama ser interceptado com um preso, e o plano acabou falhando.

MPE-MS aponta falha na libertação do PCC Sérgio Palermo.
Homem afirma que foi atacado por integrantes do PCC.
Três garotos de Vilhena são presos por pichar PCC.

29 de abril de 2020

PCC Pequeno rende agentes em Mossoró

PCC passou pelo vão da porta da entrega das refeições
→ Band Uol
→ Rio Grande do Norte
→ Sistema Prisional

O PCC Pequeno, José Arimateia Faria, quase entra para a história como o primeiro a fugir da Penitenciária Segurança Máxima de Mossoró. Como ele é pequeno, daí seu apelido, conseguiu passar pela uma portinhola, usada para fornecer comida e para que algemas sejam colocadas as algemas. A fuga só falhou, porque ele pegou uma 12 da segurança e essa falhou. A tentativa de fuga foi em dezembro, mas só hoje o sistema prisional informou a falha.

28 de abril de 2020

As invasões de matas ciliares pela facção PCC 1533

Não são apenas as milícias que tem seu braço imobiliário
→ Rogério Pagnan – Folha de S. Paulo
→ São Paulo
→ Organização Criminosa

Em uma sociedade que cada vez mais busca o caminho do liberalismo nas relações econômicas, o Primeiro Comando da Capital, tem se destacado na busca de novas oportunidades de negócios.

Com um porrifólio diversificado, a facção PCC 1533, atua no mercado legal desde vendendo cachorro-quente na esquina até no ramo imobiliário e financeiro, além é claro dos produtos e serviços ilícitos.

Assim como as milícias cariocas, organização criminosa paulista tem expandido as invasões de terras em áreas verdes no entorno da capital, colocando em risco o fornecimento de água para a metrópole.

Se as milícias são financiadas por empresários e políticos, recebendo dinheiro da Alerg, resta saber até onde vai o envolvimento de funcionários e representantes públicos no processo de ocupação.

27 de abril de 2020

Arte sobre mapa da tríplice fronteira sobre o texto "PCC 1533 Rumo ao Paraguai"
Os negócios da facção PCC 1533 no Paraguai

Seguindo para o campo de batalha – PCC 1533 Paraguay
→ Rícard Wagner Rizzi – faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
→ Paraguai
→ Organização Criminosa

No início, os PCCs que iam para o Paraguai fugindo das autoridades brasileiras chegavam com grama apenas para se esconder, mas hoje é diferente: quem chega já tem trabalho garantido:

“El Primer Comando Capital é o maior grupo armado atuando naquele país, e possui infraestrutura, armas, muita grana, plantações de maconha, distribuidoras de cigarros, está presente em todas as prisões do país, e influência na política.

26 de abril de 2020

Arte sobre trecho do Dicionário da Facção PCC 1533 sob o título "Condenado o cadastro do CE".
O Geral do Cadastro do sertão cearense

Sintonia do Cadastro Geral cai em Boa Viagem
→ pinheirinho.net
→ Ceará
→ Pacificação – Organização Criminosa

A região precisava ser pacificada, a guerra entre as facções e as disputas internas no sertão do Ceará estava chamando a atenção em todo o Brasil. As mortes, atrozes, além das vidas estava corroendo os negócios.

O Marcolinha, Erineudo dos Santos da Silva, parte para lá com a missão de acabar com essa disputa e tentar um acordo com os grupos aliados em conflitos: PCC CE e Guardiões do Estado (GDE).

Marcolinha foi preso com drogas, armas e os cadernos de registros das vendas de drogas e do pagamento da “rifa” (70 Reais cada número), e agora sua sentença foi estabelecida: 18 anos de reclusão.

25 de abril de 2020

Uma análise sobre a facção PCC no mercado internacional
→ Ryan C. Berg – Americas Quarterly
→ Brasil
→ Crimes Transnacionais

O pesquisador apresenta um quadro realista e do que é hoje e de como se expandiu para o exterior a organização criminosa Primeiro Comando da Capital, e como a prisão de Fuminho deverá impactar em seu futuro.

“Enquanto a base internacional do PCC se estende da Colômbia à Argentina e inclui a maioria dos países, o Paraguai e a Bolívia ofereceram o ponto de partida mais natural para iniciar a atividade transnacional do PCC”. Até hoje, a extensa fronteira de selva com a Bolívia e a área sem fronteira da fronteira composta pela Argentina, Brasil e Paraguai, continua sendo o principal território operacional da empresa criminosa do PCC.

24 de abril de 2020

Arte sobre foto estilizada da Justiça e do símbolo da facção PCC 1533
Integrantes do Tribunal do Crime vão à Juri

Integrantes do Tribunal do Crime do PCC vão a Juri Popular
→ Geisy Garnes – Campo Grande News
→ Mato Grosso do Sul
→ Tribunal do Crime – Guerra entre facções

Alex Mohd Jaber (Keko) do PRB do MS foi morto por integrantes do Primeiro Comando da Capital, após ser julgado pelo Tribunal do Crime por ficar devendo grana para a facção e por comercializar com integrantes do Comando Vermelho (CV).

Após o julgamento, o rapaz que há poucos meses havia regressado do sistema penal onde cumprira 3 anos de reclusão, foi torturado e morto, tendo seu corpo desmembrado e jogado em um córrego.

Agora três integrantes da organização criminosa paulista serão levados a Juri Popular: Adriano de Lima, Carlos Eduardo da Cruz Feniano (Dudu) e Jean Albert da Silva Jara Lemes (555).

23 de abril de 2020

Arte sobre foto de Gerson Palermo deixando a prisão
Gerson Palermo PCC 1533

Sai do fechado PCC com 100 anos nas costas
→ Maria Ferreira – Campo Grande News
→ Mato Grosso do Sul – Paraguai
→ Justiça Penal

Gerson Palermo já tem mais de 100 anos de condenação, mesmo assim não pensou duas vezes quando veio essa história do covid-19: chamou seu advogado e falou para pedir sua liberdade… vai que cola!

Mesmo sem apresentar nenhum documento médico, só acreditando na palavra da velha raposa, o desembargador plantonista viu o pedido dele alegando ter problemas com diabetes, hipertensão e mais que 60 anos e…

Prisão dominiciar! Massa! Só que a alegria de Gerson durou pouco, quando reassumiu seu lugar o desembargador Jonas Hass tomou o maior susto: cara, tá louco?!? E mandou prender novamente Gerson.

Ah! Tá! Não encontraram nem a sombra do homem. Para quem não lembra, esse cara é um dos líderes da facção Primeiro Comando da Capital e era responsável pela coordenação do tráfico pela fronteira com o Paraguai.

Foi preso com 810 quilos de cocaína e posteriormente se acharam mais 504 quilos em Cubatão; também respondeu pelo sequestro de um avião no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu do qual roubou 5,5 milhões de Reais.

22 de abril de 2020

Fotomontagem com criminosos do Primeiro Comando da Capital presos em várias partes do mundo.
Substituindo lideranças do Primeiro Comando da Capital

Para um PCC preso tem outro para entrar no lugar
→ Rícard Wagner Rizzi – faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
→ Mato Grosso do Sul – Paraguai – Bolívia
→ Combate à facção

Na organização criminosa Primeiro Comando da Capital, a queda de um líder ou um membro não significa que outro o substituirá, mas seu espaço será ocupado de forma orgânica e imprevisível através das disputas internas e de acordo com os interesses e as escolhas de cada integrante.

Essa incerteza obriga que as forças que combatem a facção PCC 1533 recomecem suas investigações para entender o novo cenário criado e suas ramificações para, só então, tempos depois, lançar outro ataque – Roque!

21 de abril de 2020

Arte utilizando dinheiro apreendido e o símbolo da facção PCC 1533 sobre a frase: "Los Cuinis, cartel mexicano del narcotrafico más rico".
O PCC 1533 e o cartel Los Cuines

O Primeiro Comando da Capital e o Cartel Los Cuinis
→ El Observador
→ Uruguai – México
→ Organização Criminosa – Justiça Penal

Se o governo norte-americano afirma que o cartel mexicano é o mais poderoso do mundo, superando até mesmo o lendário Cartel de Sinaloa, quem sou eu para duvidar.

O que eu não sabia é que “los hermanos” haviam contratado a facção paulista para organizar um atentado contra o ministro do Uruguai Jorge Larrañaga e a fuga de Geraldo González Valencia irmão do líder do Cartel Los Cuinis.

20 de abril de 2020

Arte sobre imagem de tropas sob a frase "o covidi-19 e as facções"
O fechamento das cidades e o Corona vírus

A facção PCC 1533 está sendo impactada pelo covid-19
→ Alejandro Hope – Finantial Times
→ Mundo
→ Organização Criminosa

Primeiro Comando da Capital administra há muito tempo um portfólio diversificado de atividades criminosas e legais que vão da prostituição, venda de drogas e armas até postos de combustíveis, buffets infantis e supermercados.

Agora com a pandemia do Corona vírus, todas as grandes organizações criminosas estão passando apertado.

1Com as fronteiras fechadas, a maioria das pessoas em casa e os modelos de negócios das quadrilhas em frangalhos, nunca houve um momento melhor para os governos da América Latina e de outros países combaterem o crime organizado. Na maioria das vezes, porém, eles nem estão tentando. Isso é mais do que uma oportunidade perdida: é uma tragédia.

19 de abril de 2020

Moleque morto pela PM em Paraisópolis

PMs vingam a morte de policial e matam mlk PCC
→ Paloma Vasconcelos – Ponte Jornalismo
→ São Paulo
→ Violência Policial

A polícia paulista está sendo acusada por moradores de Paraisóplis de ter matado Joabson Ramos de Lima que pertenceria ao Primeiro Comando da Capital em retaliação pela morte do PM Felipe Jorge Pini Bubinik.

A PM afirma que o garoto foi morto em troca de tiros, já os moradores apresentam vídeos comprovando que o garoto morreu dentro de casa.

“Olha o tanto de polícia dentro da casa do mano, deu uma par de tiro lá dentro. O bagulho tá louco”https://ponte.org/apos-morte-de-soldado-pm-invade-casa-e-mata-jovem-em-paraisopolis/

ouve-se em um vídeo que mostra os PMs carregando o corpo

18 de abril de 2020

Arte sobre foto de um galpão industrial de cocaína no bairro de Paraisópolis sob a frase: localizada padaria do PCC.
Galpão indústria cocaína Paraisópolis

“Padaria do PCC” é localizada em Paraisópolis
→ Rogério Pagnan – Folha de S. Paulo
→ São Paulo
→ Combate à facção–Tráfico de Drogas

Alguém já te disse para nunca carregar todos os ovos na mesma sacola? Poizé. Alguém não ouviu o conselho…

O moleque correu quando a viatura passou e acabou levando os policiais para dentro da indústria que fabricava e embalava algo em torno de 900 porções por minuto em Paraisópolis – eu não queria nem por todo dinheiro do mundo ia querer estar na pele desse moleque quando cair prá dentro do sistema.

Total do preju só em equipamentos e insumos soma 3,7 milhões de Reais: três maquinas avaliadas em meio milhão cada e mais outra de um milhão, 712 quilos de cocaína e 60 de pasta base foram apreendidos pelo local – três foram presos.

17 de abril de 2020

Foto do momento da prisão de Walter Dantas Cabreira em Dourados.
Xeque-mate volta para prisão

Preso em Dourados matador PCC solto pela Covid-19
→ DiárioMS
→ Mato Grosso do Sul
→ Combate à facção

Walter Dantas Cabreira, o Xeque-mate, foi solto a menos de 20 dias juntamente com mais 250 detentos do presídio de Dourados por conta da ameaça de contaminação por Covid-19 dentro do sistema prisional.

Ao sair voltou direto para a ativa e nesses poucos dias já estava sendo novamente procurado por um ataque de deixou três feridos no Residencial Dioclécio Artuzi em mais um ataque para consolidar o domínio da facção PCC 1533 do MS.

Além de sua forte atuação na guerra entre facções, Xeque-mate estava sendo caçado por ter sido incumbido pela organização criminosa da execução de um agente público, mas não teve tempo de executar o crime.

Xeque-mate foi solto no dia 26 de março de acordo com a Recomendação 62 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de 17 de março, no entanto outras cortes tem negado o direito ao beneficio para membros de facções criminosas mesmo que estejam no grupo de risco ou com prisão provisória.

16 de abril de 2020

arte sobre foto de um dos líderes da facção PCC 1533 no Paraguai sob a frase: "o soldado mais velho do PCC"
Preso Richard René Martínez Rojas

Cai Richard René Martínez Rojas no Paraguai
→ abc color
→ Paraguai
→ Organização Criminosa

Se Richard se dominava como sendo o “paraguayo más antiguo del PCC” quem sou eu para colocar isso em dúvida, o que sei é que poucos PCCs pelo mundo tem a ficha dele para a facção e dentro do mundo do crime.

Nunca saberemos todos os delitos cometidos por Richard, mas ele era o responsável pela seleção e recrutamento dos novos membros da facção em território paraguaio, escolhendo principalmente regressos do sistema prisional.

Certa vez matou um empresário, de outra foi baleado após assaltar um caminhão, mais tarde participou do grupo que planejou o sequestro de um senador, e teve até uma fuga espetacular envolvendo dezenas de integrantes do Primeiro Comando da Capital, além de muito mais…

Foi recapturado em sua casa em San Lorenzo, próximo a Assunção pelo serviço de investigação da polícia local.

15 de abril de 2020

Fuminho é preso em Moçambique

Fuminho, o futuro do PCC em suas mãos
→ Josmar Jozino → Ponte Jornalismo
→ Brasil – Moçambique
→ Tráfico internacional de drogas

O jornalista Jozino apresenta um resumo bem articulado de quem é Gilberto Aparecido dos Santos, o Fuminho.

Há décadas esse cara é “o cara” na facção. Não houve nenhuma grande operação que não tenha passado por sua supervisão. As principais forças policiais de todo o mundo o caçavam e mesmo assim circulava de país em país reforçando as ligações internacionais do Primeiro Comando da Capital.

Fuminho acabou preso em Moçambique por policias americanos, e agora as perguntas que ficam: conseguirão seus interrogadores descobrir a verdadeira história das mortes de Gegê do Mangue e Paca; desmontarão a máquina de exportação intercontinental da facção 1533; e enfim vão conseguir bloquear a “caixinha” paga pelos integrantes da facção para a organização?

“No momento da detenção destes três indivíduos, foram encontrados na sua posse três passaportes (dois nigerianos e outro brasileiro em nome de Luís Gomes de Jesus, documento este que é falso), 100 gramas de cannabis-sativa, 15 telemóveis de diversas marcas, cinco malas, uma pasta, uma viatura e respectiva chave, 34 mil e 700 meticais, 5.040 rands e três relógios”.

Leonardo Simbine (porta-voz do Serviço Nacional de Investigação Criminal de Moçambique)

14 de abril de 2020

Foto de garoto depredando a escola acima do texto: "tráfico na escola, pode?"
Pode vender drogas na escola?

A diretora e o tráfico de drogas em uma escola da periferia
→ Rícard Wagner Rizzi → faccaopcc1533primeirocomandodacapital.org
→ Brasil
→ Tráfico de Drogas – Educação

A polícia já cansou de “dar geral” no garoto que sempre anda acompanhado das garotas tidas como as mais certinhas da escola, mas ele nunca está com nada ilegal, e de vez em quando o Tático ou as Rocans tentam dar um flagrante nos moleques na frente da escola, mas todo o fluxo é feito lá dentro ─ a droga entra na mochila do filho de um policial, que não recebe para isso, mas trabalha de mula só para não apanhar ou morrer. E assim segue o fluxo na escola do Novo Horizonte.