Talarico mata para fugir da justiça do PCC.

Ele foi paciente, mas não podia deixar a coisa sair do controle. As mãos negras de seus irmãos pesariam ao açoitá-lo e jogá-lo morto em um lugar qualquer. De onde estava podia ver a beira do precipício no qual seria desovado, cada vez mais próximo, cada vez mais real.

O Lelé, mato-grossense de Mirassol D’Oeste passou muitos momentos tensos em seus trinta anos de idade, mas não iria enfrentar a justiça do Primeiro Partido da Capital PCC 1533 por causa daquelas acusações feitas por Beleza.

O delator havia marcado uma reunião com o “disciplina” da facção, o irmão Narizinho para denunciar Lelé suas aventuras com mulheres casadas, e a lei do PCC pune rigidamente os “talaricos”, e Lelé não iria assistir placidamente sua casa cair.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
Beleza não ia denunciar o Lelé por ser o certo, é que ele o conhecia bem Lelé, afinal era o pai da mulher com quem ele morava e iria se casar, ia entregar ele por vingança. Lelé mostraria que com ele não se brinca… mas não poderia fazer o serviço ele mesmo.

Não precisava ser uma lição, bastava matá-lo. Não tinha ele necessidade de sentir seu sangue, apenas queria tê-lo fora de seu caminho. No mundo do crime apenas os fortes sobrevivem e ele era um lobo e não um carneirinho. Chegaram as pessoas que ele esperava.

Gordão e Pezão chegaram para conversar com Lelé no sobrado de blocos vermelhos de esquina e com comércio no térreo, localizado no Portal do Éden em Itu. Uma semana depois Beleza morria na Cidade Nova..Ele estava salvo, ninguém mais iria denunciá-lo ao partido. (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Autor: Wagner Rizzi

O problema do mundo online, porém, é que aqui, assim como ninguém sabe que você é um cachorro, não dá para sacar se a pessoa do outro lado é do PCC. Na rede, quase nada do que parece, é. Uma senhorinha indefesa pode ser combatente de scammers; seu fã no Facebook pode ser um robô; e, como é o caso da página em questão, um aparente editor de site de facção pode se tratar de Rícard Wagner Rizzi... (site motherboard.vice.com)

5 comentários em “Talarico mata para fugir da justiça do PCC.”

  1. Em Marilha no interior de São Paulo um outro talarico quase foi morto:”Rapidamente, Guguinha e comparsa surgiram armados com revólveres. O desempregado então entrou na casa vizinha, de Edvan, irmão de Félix, alegando que ele teria mantido relações sexuais com a mulher de “um irmão do PCC (Primeiro Comando da Capital) e que iria morrer por isso”.”Leia a reportagem completa: http://www.diariodemarilia.com.br/Noticias/108189/Dividida-semana-do-jri-aprecia-tentativas-de-homicdio-e-chacina

  2. Eu preciso ser Irmã o PA cobra um talarico bonzinho q acabo co relacionamento de 4 anos eu já tinha até ajustado a moeda pra me casa só q faz 1 mês q ela deparo de mim e já começo a fica com até então td bem pensei q tinha conhecido ele depois q termino comigo mais n já fazia 1 ano q ele saia com ela tenho provas foto dia local data e prova q ele me talarico quero cobra radicalmente tiver um Irmão pra fortalece fazer o certo o errado tem q ser cobrado talarico demônio fdp

  3. Eu preciso ser Irmã o PA cobra um talarico bonzinho q acabo co relacionamento de 4 anos eu já tinha até ajustado a moeda pra me casa só q faz 1 mês q ela deparo de mim e já começo a fica com até então td bem pensei q tinha conhecido ele depois q termino comigo mais n já fazia 1 ano q ele saia com ela tenho provas foto dia local data e prova q ele me talarico quero cobra radicalmente tiver um Irmão pra fortalece fazer o certo o errado tem q ser cobrado talarico demônio fdp

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: